fbpx
Conecte-se conosco

Acre

Campanha Maio Amarelo: 111 morreram no trânsito acreano em um ano, apontou o Detran-Acre

Publicado

em

Números do Detran-AC correspondem ao período de março de 2023 a março deste ano. Campanha ‘Maio Laranja’ busca conscientizar os condutores sobre os riscos de desrespeitar as leis de trânsito.

Coordenadora também explicou que as ações não foram efetuadas apenas pelo órgão, e contou com parcerias com a Polícia Rodoviária Federal (PRF-AC), Programa Vida no Trânsito e com o Batalhão de Trânsito (Bptran). Foto: assessoria 

Dados do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AC), mostram que em um ano 111 pessoas perderam a vida no trânsito no Acre. Os números são do período de março de 2023 a março de 2024.

Ainda segundo o Detran-AC, foram registrados ainda 4.374 acidentes de trânsito sem vítimas fatais no mesmo período. Foram 409 casos com vítimas não fatais, resultando em 535 pessoas lesionadas.

Outro dado se refere ao crescimento de 9,5% nos índices de acidente de trânsito entre janeiro e março deste ano em comparação com o mesmo período do ano passado. Com vítima fatal, foram 13 mortes em 2023 e 25 em 2024, um aumento de 48%.

Neste ano, a campanha Maio Amarelo estabeleceu ações de educação e segurança no trânsito para reduzir estes números e chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o estado.

Kelry Oliveira Almeida, de 19 anos, a recém-nascida Merlyan, Valdizio Pinheiro, motorista do táxi, e uma criança, de 1 ano e 4 meses, morreram no local da batida. Acidente ocorreu na BR-364, em Acrelândia, próximo ao Posto da Tucandeira, no mês março. Foto: divulgação 

Cléia Machado, coordenadora de Educação de Trânsito do Detran-AC, afirmou que o Acre já adere ao Maio Amarelo há 10 anos e durante todo esse mês, várias ações foram realizadas.

“Fizemos entrega de kits do Projeto Pedal Consciente, entregas de capacete e também a entrega da CNH Social. Estivemos presentes em vários municípios do estado como Sena Madureira, Assis Brasil, Plácido de Castro, Manoel Urbano, Rodrigues Alves, Tarauacá, Mâncio Lima e encerramos as nossas atividades com a terceira corrida Maio Amarelo em Cruzeiro do Sul que foi de bastante sucesso onde 300 atletas participaram junto conosco”, comentou Cléia Machado.

A coordenadora também explicou que as ações não foram efetuadas apenas pelo órgão, e contou com parcerias com a Polícia Rodoviária Federal (PRF-AC), Programa Vida no Trânsito e com o Batalhão de Trânsito (Bptran), onde unidos fizeram essas atividades.

“Essas e várias outras ações em prol de um trânsito mais seguro no nosso estado”, afirmou Cléia.

coordenadora de Educação de Trânsito do Detran-AC, afirmou que o Acre já adere ao Maio Amarelo há 10 anos e durante todo esse mês

Ainda segundo o Detran-AC, foram registrados ainda 4.374 acidentes de trânsito sem vítimas fatais, entre março do ano passado até março deste ano.

No que diz respeito aos ‘sinistros de trânsito com vítimas não fatais’, que corresponde a casos onde as pessoas envolvidas não estavam, necessariamente, em algum veículo, mas se acidentaram, foram registrados 409 casos, resultando em 535 pessoas lesionadas.

O Detran-AC também apontou para um crescimento de 9,5% nos índices de acidente de trânsito entre janeiro a março deste ano em comparação com o mesmo período do ano passado. Com vítima fatal, neste período em 2023 foram 13 mortes. Já em 2024, o número registrado é de 25, um aumento de 48%. Segundo a autarquia, o movimento tem a proposta de chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito no estado. A cor amarela sinaliza advertência no semáforo, e foi escolhida por simbolizar a atenção necessária para a causa.

Cléia Machado, coordenadora de Educação de Trânsito do Detran-AC, afirmou que o Acre já adere ao Maio Amarelo há 10 anos e durante todo esse mês, várias ações foram realizadas.

“Fizemos entrega de kits do Projeto Pedal Consciente, entregas de capacete e também a entrega da CNH Social. Estivemos presentes em vários municípios do estado como Sena Madureira, Assis Brasil, Plácido de Castro, Manoel Urbano, Rodrigues Alves, Tarauacá, Mâncio Lima e encerramos as nossas atividades com a terceira corrida Maio Amarelo em Cruzeiro do Sul que foi de bastante sucesso onde 300 atletas participaram junto conosco”, comentou.

Acidentes com vítimas fatais

Um destes casos foi o do motociclista Francisco Adevilson da Silva Galdino, de 42 anos, que morreu em 24 de janeiro deste ano em Rio Branco, em frente ao Terminal Urbano, após colidir frontalmente com um ônibus que seguia sentido bairro-Centro.

Motorista vinha na contramão e bateu contra mãe e filho que estavam em parada – Foto: Reprodução

Comentários

Continue lendo

Acre

No Acre, servidores do Meio Ambiente entrarão em greve dia 24

Publicado

em

Servidores federais de órgãos de Meio Ambiente de 11 estados, incluindo o Acre, decidiram nessa sexta-feira (14) declarar greve geral a partir do próximo dia 24 de junho.

Segundo a Associação Nacional dos Servidores da Carreira de Especialista em Meio Ambiente (Ascema Nacional), além do Acre, a paralisação também contará com a adesão de servidores dos estados: Espírito Santo, Goiás, Paraíba, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Rio Grande do Sul.

O Distrito Federal, Bahia e Santa Catarina também decidiram parar, mas a partir do dia 1º de julho. O estado do Ceará votou contra a greve.

Comentários

Continue lendo

Acre

Motorista morre com cabeça esmagada em acidente de trânsito em Rio Branco

Publicado

em

Populares e Samu tentam reanimação, mas o óbito foi confirmado no local.

Na noite deste sábado (15), Romário Teixeira Martins, de 32 anos, sofreu um acidente fatal no km 1 da rodovia AC-10, conhecida como Estrada de Porto Acre, em Rio Branco.

Testemunhas relataram que Romário dirigia um carro modelo Fox, de cor preta e placa NAA-8755, em alta velocidade no sentido Porto Acre/Rio Branco. Ao passar direto em uma curva, o veículo invadiu o terreno de uma residência à margem da rodovia. No trajeto, Romário foi arremessado para fora do carro, que acabou caindo sobre ele, esmagando sua cabeça. Ele sofreu fraturas na face e exposição de massa encefálica, além de uma fratura exposta na perna, morrendo antes de receber atendimento médico.

Populares que passavam pelo local tentaram ajudar Romário. Entre os presentes, um técnico de enfermagem realizou as primeiras manobras de reanimação, mas sem sucesso. Uma ambulância de suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou ao local, mas os socorristas só puderam atestar o óbito de Romário.

Policiais militares do Batalhão de Trânsito isolaram a área para a realização da perícia criminalística. Após os procedimentos, os auxiliares de necropsia do Instituto Médico Legal (IML) recolheram o corpo de Romário para exames cadavéricos. O veículo permaneceu no local, sob a responsabilidade da família proprietária da casa e do terreno onde o carro parou.

Comentários

Continue lendo

Acre

Peão de rodeio pisoteado na cabeça é transferido para o Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco

Publicado

em

Foto: WhatsApp

Um peão de rodeio, identificado pelas iniciais A.R.M., natural do município de Assis Brasil, será transferido para o Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (HUERB) na capital do Acre após ser pisoteado durante um rodeio na noite deste sábado, 15, em Brasiléia.

De acordo com informações do hospital local, A.R.M. não conseguiu se segurar no animal durante a montaria, caindo e sendo pisoteado na região da cabeça. O acidente resultou em um possível trauma no lado direito, além de fratura no maxilar.

Devido os ferimentos, a equipe médica de Brasiléia decidiu transferir o peão para a capital, onde ele poderá receber cuidados médicos mais avançados e especializados no HUERB. O peão está consciente sem qualquer perigo maiores.

Um incidente semelhante teria ocorrido na sexta-feira, 14, mas não foi grave e o peão já está na ativa. Segundo a organização do evento, todos os cuidados são tomados para esse tipo de evento, onde existe uma apólice, tipo de seguro para garantir o apoio para os organizadores, atletas, vaqueiros, juízes, peões, palhaços salva vidas, madrinheiros(as) porteireiros, Staff e demais envolvidos, caso venham sofrer alguns imprevistos.

Comentários

Continue lendo