Mesmo não registrando nenhum caso de sarampo no Acre em 2019, a Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) alerta a população para a primeira fase da campanha de vacinação contra a doença, que já começou e vai até o dia 13 de março. A meta é alcançar pelo menos 3 mil pessoas entre 5 e 19 anos.

Considerada doença altamente contagiosa podendo levar à morte, a única forma de prevenção é através da vacina. Dos três mil esperados, 2.571 mil têm idade entre 5 a 9 anos. Já dos 10 aos 14 anos são esperados 1.227 mil adolescentes. O maior público está em Rio Branco, o segundo está no município de Cruzeiro do Sul, segunda maior cidade do Acre.

A campanha vai até o dia 13 de março. Procure um posto de vacinação próximo de sua casa Foto: reprodução

Segundo dados do ministério, foram encaminhadas neste ano 3,9 milhões de doses da vacina tríplice viral aos estados. O número corresponde a um aumento de 9% no volume de doses que foram solicitadas, segundo a pasta.

A campanha de vacinação faz parte de uma estratégia nacional para interromper a transmissão do sarampo e eliminar a circulação do vírus. As duas primeiras etapas ocorreram no ano passado. Em 2020, estão previstas mais duas. A primeira, entre junho e agosto para o público de 20 a 29 anos de idade, e outra, também em agosto, para a população de 30 a 59 anos de idade.

A doença

Sarampo é uma doença infecciosa grave, causada por um vírus, que pode ser fatal. Sua transmissão ocorre quando o doente tosse, fala, espirra ou respira próximo de outras pessoas. A única maneira de evitar o sarampo é pela vacina.

Sintomas

febre acompanhada de tosse;

irritação nos olhos;

nariz escorrendo ou entupido;

mal-estar intenso;

Quem deve vacinar:

Dose zero: Devido ao aumento de casos de sarampo em alguns estados, todas as crianças de 6 meses a menores de 1 ano devem ser vacinadas (dose extra).

Primeira dose:  Crianças que completarem 12 meses (1 ano).

Segunda dose: Aos 15 meses de idade, última dose por toda a vida.

Adultos

Tomou apenas uma dose até os 29 anos de idade:

Se você tem entre 1 e 29 anos e recebeu apenas uma dose, recomenda-se completar o esquema vacinal com a segunda dose da vacina;

Quem comprova as duas doses da vacina do sarampo, não precisa se vacinar novamente.

Não tomou nenhuma dose, perdeu o cartão ou não se lembra?

De 1 a 29 anos – São necessárias duas doses;

De 30 a 49 anos – Apenas uma dose.

Grávidas:

A vacina é contraindicada durante a gestação pois são produzidas com o vírus do sarampo vivo, apesar de atenuado. A gestação tende a diminuir a imunidade da mulher, o que deixa o sistema imunológico mais vulnerável e, por isso, a vacina pode desenvolver a doença ou complicações.

O recomendado pelo Ministério da Saúde é que a mulher que faça planos de engravidar tome todas as doses da vacina antes, podendo esta ser a tríplice ou a tetra viral, e mantenha toda a rotina prevista no Calendário Nacional de Vacinação atualizada, para se proteger e proteger o bebê.

Comentários