fbpx
Conecte-se conosco

Extra

Câmara Criminal nega revogação de prisão preventiva de acusado por latrocínio em Xapuri

Publicado

em

A Justiça do Acre negou o pedido de revogação da prisão preventiva de João Lima da Silva, de 21 anos, acusado pelo latrocínio da dona de casa Maria Aparecida Souza de Oliveira de 24 anos.

A decisão foi da Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Acre.

No habeas corpus, a defesa de João Lima, pediu a revogação da prisão preventiva ou ainda a substituição pela prisão domiciliar integral.

O advogado alegou que o réu sofre de doença mental grave (Transtorno Afetivo Bipolar) é necessita de tratamento psiquiátrico.

Mas a relatora do caso, a Juíza Olívia Ribeiro (magistrada convidada para compor a corte) indeferiu o pedido.

No voto a magistrada disse que a prisão do paciente se acha dentro dos limites da legalidade.

A Juíza também justificou a decisão pela periculosidade do acusado, que furtou, incendiou imóvel alheio, praticou latrocínio (roubo seguido de morte) e ainda vilipendiou o cadáver da vítima.

Os desembargadores Elcio Sabo Mendes e Denise Castelo Bonfim acompanharam a decisão da relatora. João Lima foi preso pela Polícia Civil em 22 de fevereiro do ano passado.

No dia anterior, ele matou a dona de casa Maria Aparecida Souza de Oliveira. O crime aconteceu no Seringal Palmari, colocação Palmari II, na zona rural do município.

De acordo com as investigações, João Lima chegou na residência da vítima para roubar. Maria Aparecida desceu para ver quem estava no quintal e acabou morta com um tiro no rosto.

A filha da vítima, uma criança de 7 anos, chegou a presenciar o crime. Consta no inquérito, que ela correu pelo meio da mata para pedir ajuda.

João Lima foi preso na zona rural de Xapuri.

Assassino que aterrorizou seringais em Xapuri é preso pela Polícia Civil

Polícia realiza ‘caçada’ na zona rural atrás de homem acusado de incendiar casas e matar mulher

 

Comentários

Extra

Loja Maçônica Tereza Cristina N°5 comemora 100 anos de fundação em Brasiléia

Publicado

em

Brasão da Loja Tereza Cristina e o selo comemorativo dos 100 de fundação.

No ano de 1923, precisamente no dia 28 de setembro, foi fundada na cidade de Brasiléia, a Loja Maçônica Tereza Cristina N°5, sendo regularizada um ano depois no estado de Manaus (AM). Seu nome foi uma homenagem a Imperatriz Tereza Cristina, esposa de Dom Pedro II, conhecida como a “mãe dos brasileiros”.

A Loja Tereza Cristina N° 5 está celebrando o seu centenário, com reconhecimentos em todo o mundo. Sua trajetória é guiada por uma visão progressista, considerada ‘madura e em sintonia com as aspirações daqueles que contribuem para mantê-la, sem deixar de lado os ideais dos que a construíram’.

Atualmente, sobre a regência do Venerável Mestre Poderoso irmão Raimundo Monteiro de Brito, surgiu sobre o empenho de 12 irmãos, com nacionalidade boliviana, brasileira, peruana, portugueses, italianos e sírio-libaneses que fizeram um. Livre propósito de erguer as bases maçônicas em Brasiléia. Sendo que da mesma forma, foi erguida na época, a Loja Irmã Centenária Bolívar N° 8 no Oriente de Cobija-Pando.

Com ideais novos, mesmo afastados dos grandes centros do Brasil dentro da Amazônia Ocidental, se foi praticando os princípios da Ordem: Liberdade, Igualdade e Fraternidade. Esses 12 estão ocupando um elevado lugar na história da Maçonaria Universal pelo comprometimento, interesses e conhecimento nos anos de 1923 a 1924 atuando nos trâmites para a conclusão da Loja Tereza Cristina N° 5.

Considerados destemidos obreiros são:

  • Alfredo d e Vasconcelos Lins
  • Faustino Cobos,
  • Jacinto Ragazzini,
  • José Guilherme Pereira, • Manoel Varela Vidaurre,
  • Manoel Pereira Coelho
  • Nicolas S. Georgiou, •Obed Barreto,
  • Olegário de Araújo França
  • Ricardo Fernández,
  • Rodolfo Arauz,
  • Vasco da Gama Batista.

Estão sendo homenageados também, considerados valorosos irmãos e cunhadas que deram continuidade com dedicação aos ideais maçônicos, que se dedicaram na manutenção da Loja Tereza Cristina nos anos seguintes.

  • Mario Maia Lima
  • Amauri Ribeiro
  • Alberto Castro
  • Carlos Cesar da Silva
  • Alberto José Kairala Sfair
  • Francisco Soares
  • Célio Augusto Batista de Oliveira
  • Tony Frank Leverez
  • Francisco Jose Joaquim de Lima
  • Leonardo Camurça
  • Tufic Mizael Saadi Filho

Cunhadas:

  • Lucimar Rego de Albuquerque
  • Maryluce raulino da Silva

No aniversário do Centenário, outros irmãos serão homenageados pela dedicação e empenho junto a Loja, sempre com base nos princípios. Com um quadro de 35 obreiros, e um grupo com mais de 35 cunhadas, reconhecido como ‘Clube das Cunhadas Tufic Mizael Saadi Filho, que vivem na busca incessante por uma humanidade mais feliz.

A Loja Maçônica Tereza Cristina N°5 neste momento aproveita para parabenizar todos os irmãos e sabe o significado da instituição junto a sociedade, sempre em busca fraternidade em ações permanentes. “Nenhuma boa obra humana nasce sem que haja presença de uma razão moral ou de um desejo que se inspire na bondade, na sinceridade, no humanismo e na fé”.

Comentários

Continue lendo

Extra

‘Sanguinário’ é preso após onda de arrombamentos na fronteira

Publicado

em

Delegado Eustáquio Noumerg, titular de Epitaciolândia durante entrega de Alexandre pela polícia boliviana.

Foi preso na noite desta quarta-Feira, dia 29, na cidade de Cobija/Bo, o brasileiro Alexandre Rodrigues de Souza Junior (21), vulgo ‘Sanguinário’.

A prisão decorreu de um trabalho conjunto entre a Polícia Civil de Epitaciolândia e a Polícia Boliviana, após a justiça decretar a prisão preventiva do indivíduo. Alexandre foi identificado como autor de diversos arrombamentos a lojas no Centro de Epitaciolândia.

Em 2021, Alexandre juntamente com padrasto e sua mãe, foram presos após arrombarem uma padaria no centro de Brasiléia – Foto: Arquivo

Só em Epitaciolândia, ‘Sanguinário’, havia arrombado igrejas, Salão de Beleza, Drogaria, Escritório de Advocacia, Lanchonete dentre outras lojas. Um dos métodos usado pelo criminoso, era entrar por cima das lojas, quebrando as telhas e o forro. Em um dos casos, após entrar em uma loja de cosméticos, o criminoso se deparou com a proprietária, ele roubou sua bolsa com pertences pessoais e celular.

Diante da onda de arrombamentos, Agentes da Polícia Civil de Epitaciolândia, com apoio da Polícia Penal e Gefron realizaram diversas diligências para capturar Alexandre Rodrigues de Souza Junior, mas, o criminoso se escondia durante o dia em território boliviano e sempre praticava os delitos pela madrugada.

Com o mandado de prisão em mãos, e através de acordo de Cooperação com o Ministério de Governo da Bolívia, em conjunto com o Comando da Polícia Boliviana em Pando, o criminoso foi localizado na cidade de Cobija, onde vinha se escondendo próximo a linha de fronteira. Ao notar a presença policial ‘Sanguinário’ ainda tentou escapar, porém logo foi detido.

O Delegado da Polícia Civil de Epitaciolândia, Eustáquio Noumerg e agentes, com apoio da Polícia Penal, foram até a Ponte da Amizade, onde receberam o A.R.S.J do Comandante da Polícia Boliviana em Pando, Coronel Hernan Romero e Fiscais da Migração Boliviana, conduzindo o mesmo até a Delegacia.

o A.R.S.J será ouvido a respeito dos crimes praticados e em seguida será encaminhado ao Presídio Estadual em Rio Branco nas próximas horas.

Matérias relacionadas:

Polícia Militar em Brasiléia prende família após praticar arrombamento em padaria

Onda de arrombamentos no centro de Brasiléia preocupa moradores e comerciantes

Câmera de segurança registra homem praticando arrombamento, invasão e furto na fronteira

Comentários

Continue lendo

Extra

Giro e Gefron identifica e prende dupla que arrombaram no prédio do Ibama em Brasiléia

Publicado

em

Na sequência de um furto com arrombamento nas instalações da sede do Ibama localizado na cidade de Brasiléia, interior do Acre, autoridades policiais entraram em ação para resolver o caso e combater uma onda de arrombamentos que vem assolando as duas cidades vizinhas.

As imagens das câmeras de segurança foram essenciais para a identificação dos autores, e uma operação conjunta das equipes do GIRO (Grupo de Intervenção Rápida Ostensiva) e do GEFRON (Grupo Especializado de Fronteira) resultou na rápida abordagem de um dos responsáveis pelo crime.

Ao serem interpelados pelas autoridades, os suspeitos confessaram sua participação no furto e conduziram as equipes até um casebre localizado no centro de Epitaciolândia, onde estavam escondidos os objetos roubados. Entre os itens recuperados, estavam duas motosserras e uma roçadeira, que haviam sido subtraídos das instalações do Ibama.

Enquanto isso, o segundo autor foi localizado na Praça da Federal, onde estava envolvido na venda de entorpecentes adquiridos em troca de uma das roçadeiras roubadas na cidade de Cobija, lado boliviano.

Ambos os suspeitos foram detidos pelas autoridades e conduzidos à delegacia de Brasiléia, onde prestaram depoimento e aguardam apresentação ao judiciário nas próximas horas, para a realização dos procedimentos de praxe.

Comentários

Continue lendo

Em alta