fbpx
Conecte-se conosco

Cotidiano

Calleri decide, São Paulo vence Athletico-PR em Curitiba e dorme no G4 do Brasileiro

Publicado

em

O São Paulo venceu a terceira seguida pelo Campeonato Brasileiro nesta quarta-feira. O time Luis Zubeldía derrotou o Athletico-PR por 2 a 1 na Ligga Arena, em Curitiba, e subiu na tabela da Série A. Ferreira e Calleri anotaram os gols do Tricolor, enquanto Fernandinho descontou para o Furacão.

Com o resultado, a equipe paulista dormirá no G4 do Brasileirão. O São Paulo pulou para a quarta posição e soma 24 pontos, mas pode ser ultrapassado pelo Bahia, que enfrenta o Juventude nesta quinta. Já o Athletico cai para o sexto lugar, com 22.

O jogo foi recheado de expulsões. Além do goleiro Léo Linck, que recebeu cartão vermelho após chutar Welington no segundo tempo, Zubeldía e seu auxiliar, Maxi Cuberas, também foram expulsos e estão fora do próximo confronto. A dupla Ferreira e Calleri levou o terceiro amarelo e também precisará cumprir suspensão.

O São Paulo volta a campo já neste sábado, diante do Red Bull Bragantino, pela 15ª rodada do Brasileirão. O embate, antes agendado para as 21h, no Morumbis, foi remarcado para 20h (de Brasília) devido ao jogo da Seleção Brasileira na Copa América. A Canarinho mede forças com o Uruguai às 22h, pelas quartas de final.

Já o próximo desafio do Athletico-PR é contra o Atlético-GO, no domingo, às 18h30, no Antônio Accioly.

(Foto: Rubens Chiri/saopaulofc)

 

(Foto: Rubens Chiri/saopaulofc)

O jogo

Após um início de jogo estudado, o São Paulo tomou a iniciativa e chegou pela primeira vez aos oito minutos, através de Wellington Rato. O atacante avançou com a bola por dentro e arriscou para o gol, mas Léo Linck defendeu.

No minuto seguinte, foi a vez do Athletico-PR assustar Jandrei. Zapelli recebeu na entrada da área e chutou firme ao gol, mas parou em Jandrei, que fez boa defesa. Aos 11, Ferreirinha puxou da esquerda para o meio e encontrou Lucas na área. O atacante tentou girar e bater para o gol, mas o chute explodiu na marcação.

O Tricolor quase abriu o placar aos 26 minutos. Ferreira fez boa jogada pela esquerda e tocou para Lucas, que estava de costas e rolou para trás, para Alisson. O volante chegou chutando e obrigou Léo Linck a fazer ótima defesa. Lucas até tentou aproveitar o rebote, mas a defesa do Furacão afastou o perigo.

Apesar de estar jogando fora de casa, o São Paulo era superior na partida e estreou o marcador aos 32 minutos. Após boa jogada de Igor Vinícius, Calleri recebeu na entrada da área, girou e tocou para Ferreirinha. O atacante bateu com a perna esquerda e acertou o ângulo, sem chances para Léo Linck. Golaço do Tricolor!

A vantagem, porém, durou pouco tempo. Cinco minutos depois, Julimar dominou na entrada da área e só rolou para Fernandinho, que chutou rasteiro e de primeira, no cantinho, deixando tudo igual na Ligga Arena.

Segundo tempo

O Furacão voltou melhor do intervalo e, por muito pouco, não virou o jogo aos seis minutos. Após cruzamento, Erick subiu mais que os marcadores e cabeceou com perigo ao gol de Jandrei. Aos nove, o São Paulo respondeu através de Calleri, que recebeu passe de Ferreira e chutou nas redes, mas pelo lado de fora.

O argentino, porém, recebeu um presente aos 15 minutos e não desperdiçou. Thiago Heleno não conseguiu dominar e acabou perdendo a bola para Calleri, que ficou frente a frente com Léo Linck. O arqueiro chegou a fazer boa defesa, mas o camisa 9 pegou o rebote e apenas completou para o gol vazio, recolocando o São Paulo em vantagem.

O trabalho ficou ainda mais fácil para o Tricolor aos 31 minutos. Welington e Léo Linck se estranharam, e o arqueiro acabou atingindo o lateral são-paulino com um chute. O árbitro reviu o lance no VAR e expulsou o atleta do Furacão.

Com um a mais, o São Paulo apenas administrou a vantagem e conseguiu segurar o resultado. O time, assim, chegou ao terceiro triunfo consecutivo e embalou no Brasileirão.

FICHA TÉCNICA
ATHLETICO-PR 1 X 2 SÃO PAULO

Local: Ligga Arena, em Curitiba (PR)
Data: 03 de julho de 2024 (quarta-feira)
Horário: às 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Alex Gomes Stefano (RJ)
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (BA) e Thiago Rosa de Oliveira (RJ)
VAR: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (Fifa-MG)
Cartões amarelos: Zubeldía, Calleri, Welington e Ferreira (São Paulo); Kaique Rocha (Athletico-PR)
Cartões vermelhos: Zubeldía e Maxi Cuberas (São Paulo); Léo Linck (Athletico-PR)

GOLS: Ferreira, aos 32′ do 1ºT (São Paulo); Fernandinho, aos 37′ do 1ºT (Athletico-PR); Calleri, aos 15′ do 2ºT (São Paulo)

ATHLETICO-PR: Léo Linck; Léo Godoy (Madson), Kaique Rocha, Thiago Heleno e Esquivel (Mycael); Erick, Fernandinho e Bruno Zapelli (Emersonn); Christian (Zé Vitor), Julimar (Di Yorio) e Pablo.
Técnico: Juca Antonello

SÃO PAULO: Jandrei; Igor Vinícius (Diego Costa), Arboleda, Alan Franco e Welington (Patryck); Luiz Gustavo e Alisson; Wellington Rato (Rodrigo Nestor), Lucas (Juan) e Ferreira (André Silva); Calleri.
Técnico: Luis Zubeldía

Fonte: Gazeta Esportiva

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

“Você terá um amigo leal para toda a vida”, promete Alysson Bestene a Bocalom em convenção

Publicado

em

Alysson Bestene foi o primeiro a discursar na convenção que foi realizada no Ginásio do Sesc

Alysson Bestene, prometeu ao titular da chapa que ele não será apenas um bom vice, mas também um amigo leal com o qual o prefeito poderá contar em caso de vitória. Foto assessoria 

O candidato a vice na chapa de Bocalom, Alysson Bestene, prometeu ao titular da chapa que ele não será apenas um bom vice, mas também um amigo leal com o qual o prefeito poderá contar em caso de vitória.

Empolgado, Alysson garantiu que se empenhará 100% para conquistarem a vitória.

“Estou 100% comprometido e irei para as ruas junto com você e alcançaremos vitória. O senhor terá um vice comprometido e um amigo leal”, declarou.

Alysson Bestene foi o primeiro a discursar na convenção que foi realizada no Ginásio do Sesc.

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

Em convenção, Gladson Cameli conclama militância a pedir votos para Bocalom

Publicado

em

A convenção que homologou a candidatura de Tião Bocalom, candidato a reeleição, reuniu centenas de militantes e dezenas de candidatos a vereador

Gladson Cameli afirmou ainda que o projeto é coletivo e para o bem da população de Rio Branco.

O governador Gladson Cameli afirmou durante a convenção que homologou a chapa Bocalom-Alysson que estará inteiramente comprometido com a campanha e pediu que a militância fosse às ruas pedir votos como se fosse para ele próprio. A convenção aconteceu no início da noite de segunda-feira (22) no Ginásio do Sesc.

Gladson Cameli afirmou ainda que o projeto é coletivo e para o bem da população de Rio Branco.

“Estamos comprometidos com um projeto de futuro, de desenvolvimento. Nosso projeto é coletivo, se fossum projeto pessoal nós não recuaríamos da candidatura própria, mas acreditamos na união”, declarou.

A convenção que homologou a candidatura de Tião Bocalom, candidato a reeleição, reuniu centenas de militantes e dezenas de candidatos a vereador.

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

“Esta é a primeira vez que tenho a oportunidade de ter tanta gente apoiando nossa candidatura”, diz Bocalom

Publicado

em

Bocalom afirmou ainda que tem muito trabalho a fazer por Rio Branco e por isso pede uma nova chance aos eleitores.

Bocalom agradeceu a todas as pessoas que estiveram com ele nas eleições em que foi derrotado.

Parecendo emocionado e sob aplausos,Tião Bocalom foi o último a discursar na convenção que homologou o nome dele para disputar a reeleição. Perante uma  multidão, Bocalom afirmou que é a primeira vez que tem a oportunidade de ter tanta gente o apoiando.

“Sou grata a cada um que está aqui, a cada apoiador, cada presidente de partido, vereador, deputados, senadores e o governador Gladson. Este momento é de emoção, entusiasmo e comprometimento com nossa campanha”, diz.

Bocalom agradeceu a todas as pessoas que estiveram com ele nas eleições em que foi derrotado.

“Sou grata a todos que caminharam conosco, que sempre acreditaram. Sou grato também a vice-governadora Maiza que em 2020 foi nossa madrinha na ocasião em que vencemos”, declarou.

Bocalom afirmou ainda que tem muito trabalho a fazer por Rio Branco e por isso pede uma nova chance aos eleitores.

“Fizemos muitas obras, mas infelizmente não deu tempo para tudo. Temos muita coisa para inaugurar o ano que vem”, frisou.

Comentários

Continue lendo