O governador do Estado do Acre, Gladson Cameli, reuniu-se com o ministro da Infraestrutura Tarcísio Gomes, nesta segunda-feira, 18, em Brasília. O objetivo do encontro foi buscar recursos para investimentos no estado. Participaram da reunião, o representante do Acre em Brasília, Ricardo França, o secretário de Infraestrutura, Thiago Caetano, e o superintendente do DNIT, Carlos Henrique, além do senador Marcio Bittar (MDB).

Entre as pautas prioritárias do governador com o ministro esteve a liberação de recursos para a manutenção da BR-364 no trecho entre Rio Branco e Cruzeiro do Sul. Em 2018, embora tenha passado por melhorias realizadas pelo Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (DNIT), a rodovia ainda não oferece boas condições de trafegabilidade.

O governador Gladson Cameli reuniu-se com o ministro da Infraestrutura Tarcísio Gomes Foto: Ascom Ministério da Agricultura.

Outra pauta prioritária de Cameli é a busca de recursos para a finalização da ponte sobre o Rio Madeira. O governador lembrou do seu esforço, quando ainda senador da República, para garantir os recursos necessários para a obra não parar.

Atualmente, quase 90% da construção estão concluídas e com a conclusão da ponte, será possível cruzar de uma margem a outra do Rio Madeira em poucos segundos. Além disso, não será mais necessário o pagamento de taxa para atravessar o rio. Atualmente, o valor cobrado para uma carreta carregada é de R$ 149. “Será economia de tempo e dinheiro”, garante o governador.

Gladson também pediu ao ministro o alfandegamento do Aeroporto de Cruzeiro do Sul para restabelecer voos para a cidade de Pucallpa, no Peru. A volta da ligação aérea do Juruá com a distrito peruano de Ucayalli seria de grande valia para o comércio e para o turismo, enquanto ligação terrestre entre Cruzeiro do Sul e Pucallpa ainda não existe.

“Temos fé de que sairemos com boas respostas, para que possamos alavancar projetos que melhorem a logística do nosso Acre. Temos muito trabalho a fazer e não vamos descansar até cumprir com o que prometemos”, ressaltou o governador.

Comentários