Era por volta das as 8h58 desta quarta-feira, quando a reportagem do jornal oaltoacre  localizado em Brasiléia, avistou uma caminhonete do 5º Batalhão dos Bombeiros em velocidade com sirene e giroflex ligado.

Na carroceria, com a tampa traseira aberta, se pode ver que um homem estava recebendo os primeiros socorros de dois bombeiros. Em meio aos balanços e relento do tempo e ao desviarem da carros com motoristas que teimam em não sair da frente, a luta pela vida continuava.

Foram poucos minutos até chegarem no hospital Wildy Viana, localizado ao lado da BR 317, Estrada do Pacífico. O resgate aconteceu no Bairro da Satel, na cidade vizinha de Epitaciolândia passando por uma ponte de mão única.

O homem de 69 anos sofreu um infarto que foi levado para o pronto-socorro, infelizmente não resistiu 17 minutos depois. O resgate na carroceria de uma caminhonete, acontece pelo fato de o quartel estar sem um veículo ambulância.

Não se pode dizer que o homem teria sido salvo, mas, o veículo que possui equipamentos específicos, poderia ter ajudado? Fica a dúvida.

Perguntado sobre o veículo, foi informado que uma verba teria sido disponibilizada para aquisição de um novo e ficará disponível na fronteira, mas, não soube dizer quando isso ocorrerá.

Comentários