Opositores pedirão renuncia de prefeito de Cobija e governador de Pando a partir desta segunda-feira, dia 11

Moradores de Cobija, capital do estado de Pando, que faz divisa com o Acre, foram para as ruas da cidade, para comemorar a renuncia do presidente do País, Evo Morales, na tarde deste domingo, dia 10 de novembro.

A Bolívia vinha enfrentando uma onde de manifestações em quase todo os estados. Quase uma dezena de mortes e feridos já haviam sido registrado pela imprensa nacional, além de bloqueio de todas as pontes que o País ao Brasil e outros na América Latina.

Manifestante se ajoelharam em frente da igreja para agradecer.

O clima ficou mais tenso nos dois últimos dias, quando a Polícia Nacional Boliviana resolveram se aquartelar em vários estados, evitando o confronto com o povo nas ruas. Momentos após o pronunciamento do chefe das Forças Armadas que pediu a renuncia do presidente, Evo apareceu em rede nacional avisando da sua saída.

Foi quando os pandinos saíram para a rua e comemorar com carreata e buzinaço, parando em alguns lugares como o Comité Eleitoral de Pando que faz oposição, quartel da Polícia Militar, terminado na praça central, onde tem a Prefeitura e o Palácio do Governo. Parte da Polícia também participam da passeata pelas ruas da cidade.

Momento que vão para frente do palácio do governo de Pando e pedem a renuncia de Adolfo Flores.

Palavras de ordem, hinos da Bolívia e de Pando foram cantados, além de se ajoelharem em frente à igreja católica, agradecendo pelo momento histórico no País. Pando é dos principais estados do País onde passou por momentos difíceis desde 2008, quando o governador da época, Leopoldo Fernandes, foi destituído pelas Forças Armadas e se encontra preso até hoje.

Em dado momento, foi anunciado que acontecerá uma vigília em frente ao prédio da Prefeitura e do Palácio do Governo, onde estarão pedindo a renuncia de ambos os gestores. Gatty Ribeiro foi eleito prefeito pela oposição e depois mudou para o outro lado e Adolfo Flores, ambos do partido Movimento ao Socialismo (MAS), estaria no segundo mandato.

Parada em frente ao Comitê Civico de Pando.
Parada em frente à prefeitura de Cobija, onde pediram a renuncia do gestor, Gatty Ribeiro.

VEJA TRANSMISSÕES AO VIVO DE COBIJA ABAIXO:

Comentários