O governador está sendo republicano, mas, revela para os mais próximos sua preferência por Socorro Neri

Coluna Pimenta do Reino - Contil.Net

Dialogando

O governador Gladson Cameli segue dialogando com partidos em Brasília. Sentou com a bancada do MDB – encontro articulado pelo senador Marcio Bittar – depois, com o próprio partido, o Progressistas e, por último com o DEM do deputado federal Alan Rick.

Sem ganância

Articulada pelo senador Márcio Bittar, o encontro do governador com o MDB não teve pedidos de cargos, como se previa. A volta do diálogo é péssima notícia para a oposição do Palácio Rio Branco, que apostava em crise total. Bittar cumpre um papel importante nesse processo.

Ney Amorim

Ao puxar o nome do ex-deputado Ney Amorim para o cenário de pré-candidaturas no ninho progressista, Cameli demonstra claramente que Bocalom seria a última alternativa em termos de projeto político.

Nota da senadora

Segundo a senadora Mailza Gomes, que preside a executiva do Progressistas no Acre, Bocalom será mesmo o nome do partido com apoio do governador Gladson Cameli. O governador ainda não se manifestou publicamente.

Republicano

O governador está sendo republicano, mas, revela para os mais próximos sua preferência por Socorro Neri, com quem construiu afinidade política. Isso ele não esconde de ninguém.

Tempo urge

O tempo passa, o tempo voa. Como dizia a música da poupança, toda essa extemporaneidade na escolha de um nome pelo Palácio Rio Branco pode custar muito caro. Os demais pré-candidatos caminham a passos largos. Será excesso de confiança?

Ética

Após a decisão da Comissão Nacional de Ética do Solidariedade, o advogado Luziel Carvalho gravou vídeo informando sua saída do partido. “Por questão ética” disse Carvalho. Ele também informou sua saída da sede do partido onde estava confinado.

Sem rancor

Uma coisa é certa, o Solidariedade em momento algum citou nada que desabone a pessoa de Luziel Carvalho, seu caráter e sua honra. Há, inclusive reconhecimento do papel que ele desenvolveu no pouco tempo que ficou à frente do partido. Na política, candidaturas são confirmadas após as convenções. Isso é fato.

Enquanto isso…

O presidente Jair Bolsonaro deve assinar amanhã, veto contra queimadas por 120 dias. A medida, se confirmada, vai de encontro ao discurso do vice, Hamilton Mourão, que garantiu preservação ambiental durante videoconferência com o Congresso Nacional.

Multas

O IMAC vem intensificando em todo o estado, multas contra queimadas e reforçando parcerias com municípios para fortalecer a política de sustentabilidade. O secretário Israel Milani que é médico, reforça os cuidados nos tempos de pandemia.

Firme e forte

A secretária de comunicação Silvânia Pinheiro despacha normalmente desde a última segunda-feira. Ela se recuperou da covid-19 junto com o esposo. Com quem conversa, pede oração para o chefe da Casa Civil, Ribamar Trindade que segue internado em São Paulo.

Na conta

Para quem apostou em atrasos de pagamentos, saber que pelo segundo ano consecutivo o recurso está, antecipadamente nas contas dos servidores, chega a ser assustador. Oposição não apostava no sucesso da atual gestão.

Números

Os números do Covid-19 no Acre são desafiadores e reflexivos. Os novos infectados diariamente em média são 300 e de terça para quarta-feira (15) foram registrados 10 óbitos. A pressão pela flexibilização segue.

Rio de Janeiro

Se servir como consolo, no Rio de Janeiro, na terceira fase de flexibilização quando todos pensavam que o número de óbitos subiria, ocorre exatamente o contrário. Nesta fase, até bares foram abertos.

Comentários