Bombeiros constaram a falta de guarda vidas nos balneários e tiveram que sair do local.

Os balneários localizados na zona rural do município de Brasiléia, foram notificados pelo Corpo de Bombeiros do 5º Batalhão do Alto Acre, através do comandante Saturnino, que só poderão abrir normalmente caso se adequem às normas exigidas no que se refere à segurança dos banhistas.

Segundo foi apurado, os balneários Kumarurana – localizado no km 10 da BR 317, e o Jarinal, localizado no Ramal Esperança com acesso também km 5 da mesma BR, estariam atuando sem a presença de Guarda Vidas no local, onde oferece banhos em igarapés e açudes.

“O local oferece esses banhos e cobram entrada das pessoas. Os municípios de Brasiléia e Epitaciolândia tem esses profissionais devidamente treinados e qualificados que deveriam estar oferecendo segurança aos banhistas”, destacou o sargento Vivian.

Foi informado que todos estão aptos a funcionar normalmente, mas, estão recebendo um grande número de banhista sem o devido guarda vidas. “Já tem registro de morte em um desses balneários e queremos evitar que isso volte a ocorrer”, destacou.

Diante de denuncias, o Corpo de Bombeiros com apoio da Polícia Militar, realizou visitas nos balneários onde confirmou a falta do Atestado de Funcionamento e teve que pedir a saída dos banhistas da água por medida de segurança.

Em um determinado caso, os militares foram desacatados por um cidadão em visível estado de embriagues, recebeu voz de prisão e detido por desacato, sendo levado a delegacia para ser ouvido e posteriormente liberado.

Caso algum estabelecimento venha abrir ao público sem a presença do Guarda Vida, será denunciado ao Ministério Público para os devidos procedimentos no âmbito jurídico, podendo ser multado e até perder o alvará de funcionamento.

 

Comentários