DSC_0258

Assessoria – CMB

Representantes da área de saúde da Bolívia e Brasil estiveram reunidos no Plenário da Câmara Municipal de Brasileia para tratar sobre ações no sentido de combater o Aedes Aegypti, vetor transmissor da Dengue, Chikungunya e Zica Vírus.

A primeira reunião aconteceu do lado Boliviano no início desta semana com autoridades para tratar do mesmo assunto, uma vez que é grande o número tanto de Brasileiros quanto Bolivianos infectados com Dengue e Chikungunya.

Na manhã desta sexta-feira (05), estiveram presentes o Presidente da Câmara de Brasileia, Mário Jorge, os Secretários de saúde de Pando e Brasileia, Dr. Edwin Fernandez Maldonado e Luzia Marinho, Coordenador de Endemias, Xavier, Coordenadora de Epidemiologia, Luzia Muniz, Coordenador de Vigilância Sanitária, Itamar Costa, Representante do Governo do Estado, Francisco Borges, respectivamente, Representante da ANVISA, senhor Marco Antônio, Representante do Governo de Pando, Doutor Emir Ramirez, além de representantes da área de saúde do município de Epitaciolândia.

De acordo com a Secretária Municipal de Saúde de Brasileia, Maria Luzia, em Brasileia os agentes do município estão em campo atuando no intuito de massificar a informação e prevenção, uma vez que Brasiléia o índice está em 16%, segundo o último Levantamento Rápido de Índice – LIRA, no tocante aos imóveis existentes na cidade.

Para o sucesso da campanha, é importante a colaboração da comunidade, no sentido de receber em suas residências os agentes, bem como seguir a orientação dos mesmos em relação as medidas de prevenção, como a eliminação dos criadouros do mosquito, o que faz com que se propaguem as enfermidades.

A preocupação fica para o lado vizinho de Cobija (Bolívia), que demonstra um índice muito elevado. Segundo foi informado, existe bairros que estão acima do lado brasileiro, considerado fator de risco, aja visto que o mosquito não tem fronteira e a pessoa pode se infectar no lado boliviano.

As autoridades Bolivianas vem traçando um plano emergencial para combater o mosquito e orientar a população do lado vizinho acerca das medidas necessárias de prevenção contra a Dengue, Chikungunya e Zica Virus.

 

 

 

Comentários