Conecte-se conosco

Cotidiano

Austrália se recupera, vence a Tunísia e complica vida dos africanos no Grupo D

Publicado

em

A Austrália está (muito) viva na Copa do Mundo! Os Socceroos entraram em campo diante da Tunísia com a chance de serem a segunda seleção eliminada do mundial do Catar, mas saem na vice-liderança do grupo graças a uma vitória magra, por 1 a 0, em um jogo pegado contra a seleção africana.

Com a vitória, a Austrália chega a 3 pontos e assume a vice-liderança do Grupo D. A Tunísia, por sua vez, tem agora um desafio enorme na próxima rodada: precisa vencer a França no último jogo e torcer por uma combinação de resultados para não ser eliminada.

Inesperado?

Quem acompanhou a primeira rodada do Grupo D, com a Tunísia empatando com a Dinamarca e a Austrália sendo goleada pela França, certamente esperava um resultado diferente da primeira etapa. Talvez, pelo ímpeto de não quererem serem eliminados mais cedo, os Socceroos decidiram ditar as regras do jogo.

O início foi de completo domínio australiano, quase 70% da posse de bola nos 15 primeiros minutos. A intensidade, porém, não era refletida em oportunidades criadas. Na verdade, um dos primeiros chutes a gol foi justamente o que saiu o único gol do primeiro tempo.

Em jogada trabalhada desde a defesa, iniciada pelo goleiro Mathew Ryan, a bola chegou até Goodwin na ponta esquerda. O atacante avançou com muita liberdade, cruzou e contou com um desvio no caminho para a bola cair na cabeça de Duke, que desviou no canto oposto de Dahmen, 1 a 0.

Depois do gol sofrido, a Tunísia até conseguiu equilibrar a posse de bola, mas só foi ter oportunidades claras de gol perto dos acréscimos. Na primeira, Jebali fez jogada individual e encontrou Drager livre dentro da área. O lateral fuzilou, mas acabou travado pela defesa. Na segunda, nova dobradinha entre Jebali e Drager, desta vez para finalização de Msakni que tirou tinta da trave.

Ineficiente!

Com ou sem domínio do jogo, a Tunísia seguiu sem inaugurar o placar no estádio Al Janoub. Se no primeiro tempo faltaram oportunidades, no segundo faltou poder de ataque para colocar a bola na rede.

O segundo tempo foi quase um ataque contra defesa e, em determinados momentos, era possível observar a Tunísia com 10 jogadores no campo de ataque e a Austrália com seus 11 postados na defesa. O resultado, porém, foi uma primeira chance clara de gol para os Socceroos, em contra-ataque rápido puxado por Goodwin que nenhum companheiro apareceu para aproveitar.

Enquanto a Austrália apostava nos contragolpes, a Tunísia trabalhava a bola com calma no ataque, encontrando espaço pelos flancos, mas uma área congestionada dos Socceroos. Na única oportunidade de maior perigo, Msakni bateu cruzado e Ryan rebateu. Nas demais, o goleiro australiano encaixou bolas em sequência sem qualquer problema.

A Austrália voltou a vencer uma partida de Copa do Mundo depois de 12 anos, após retrospecto negativo em 2014 e 2018. Já a Tunísia está virtualmente eliminada, com uma primeira classificação para as oitavas de final em sua história sendo bastante improvável.


Por ogol

Comentários

Cotidiano

Caixa paga Bolsa Família a beneficiários de NIS com final 8

Publicado

em

Adicional de R$ 150 sairá em março

 

A Caixa Econômica Federal paga hoje (27) a parcela de janeiro do Bolsa Família aos beneficiários com Número de Inscrição Social (NIS) de final 8. O valor mínimo corresponde a R$ 600.

Segundo o Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, neste mês o programa de transferência de renda do governo federal alcançará 21,9 milhões de famílias, com um gasto de R$ 13,38 bilhões. O valor médio recebido por família equivale a R$ 614,21.

A partir deste mês, o programa social volta a se chamar Bolsa Família. O valor mínimo de R$ 600 foi garantido após a aprovação da Emenda Constitucional da Transição, que permitiu o gasto de até R$ 145 bilhões fora do teto de gastos neste ano, dos quais R$ 70 bilhões estão destinados a custear o benefício.

Compromisso

Em publicação nas redes sociais, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva escreveu que a manutenção da parcela mínima segue o compromisso estabelecido entre o novo governo e o Congresso Nacional.

“Começaremos o pagamento de R$ 600 para famílias beneficiárias. Compromisso firmado durante a campanha e que conseguimos graças a PEC [Proposta de Emenda Constitucional] que aprovamos ainda na transição, já que o valor não tinha sido previsto no orçamento pelo governo anterior”, postou o presidente no último dia 16.

O pagamento do adicional de R$ 150 para famílias com crianças de até seis anos ainda não começou. Há duas semanas, o ministro do Desenvolvimento e Assistência Social, Wellington Dias, afirmou que o valor extra só começará a ser pago em março, após o governo fazer um pente-fino no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), para eliminar fraudes.

No modelo tradicional do Bolsa Família, o pagamento ocorre nos últimos dez dias úteis de cada mês. O beneficiário poderá consultar informações sobre as datas de pagamento, o valor do benefício e a composição das parcelas no aplicativo Caixa Tem, usado para acompanhar as contas poupança digitais do banco.

Calendário Bolsa Família de Janeiro de 2023
Calendário Bolsa Família de Janeiro de 2023 – Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome

Auxílio Gás

Neste mês não haverá o pagamento do Auxílio Gás, que beneficia famílias cadastradas no CadÚnico. Como o benefício só é pago a cada dois meses, o pagamento voltará em fevereiro.

Só pode receber o Auxílio Gás quem está incluído no CadÚnico e tenha pelo menos um membro da família que receba o Benefício de Prestação Continuada (BPC). A lei que criou o programa definiu que a mulher responsável pela família terá preferência, assim como mulheres vítimas de violência doméstica.

Edição: Kleber Sampaio

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

Neila Rosas deixa o Andirá e acerta retorno para o Atlético

Publicado

em

Neila Rosas espera realizar um trabalho vencedor no Atlético

O coração atleticano pesou e a técnica Neila Rosas retornará para o Galo na temporada de 2023 depois de ter comandado o Andirá em 2022.

“Minha relação com o presidente Afonso Alves (Andirá) é excelente, mas a minha paixão pelo Atlético determinou essa transferência. Vamos tentar novamente montar um time vencedor”, disse Neila Rosas.

Base mantida

De acordo com Neila Rosas, as atletas do Andirá irão para o Atlético na atual temporada.

“A nossa base vai ser mantida porque a prioridade é tentar a conquista do Estadual para voltar aos torneios nacionais em 2024”, afirmou a treinadora.

Escolinha para meninas

O Atlético vai investir na formação de atletas na base. Será criada uma escolinha e a equipe estará na disputa do Estadual Sub, uma das novidades da temporada 23.

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

João Hassen fecha por duas temporadas com Desportivo Brasil

Publicado

em

João Hassen ainda fará uma série de exames antes de iniciar os trabalhos no clube paulista

O meia João Hassen vai assinar por duas temporadas com o Desportivo Brasil e se apresenta em Porto Feliz até o próximo dia 15, data para o início dos treinamentos visando as competições da temporada de 2023.

“Fechamos a negociação do João Hassen. Ele fez uma grande Copa São Paulo com a camisa do Galvez e essa transferência é o reconhecimento do seu futebol”, disse o técnico Kinho Brito.

Salário e porcentagem

Segundo Kinho Brito, João Hassen chegará no Desportivo Brasil recebendo um salário fora da realidade do futebol acreano para um atleta de base e o Galvez ficará com uma porcentagem em caso de negociação.

“Fechamos uma negociação onde ficou bom para os clubes e o atleta. Esse é um dos caminhos do futebol acreano, não podemos ficar somente esperando cotas das competições nacionais”, avaliou o treinador.

Comentários

Continue lendo

Em alta