Gatty Ribeiro, atual prefeito de Cobija, lado boliviano – Foto: Alexandre Lima/Arquivo

Um informe espalhado nas redes sociais de WhatsApp durante o dia desta terça-feira, dia 12, dizia que o prefeito do município de Cobija, capital do estado de Pando/Bolívia, que faz divisa com os municípios vizinho do Acre, Brasiléia e Epitaciolândia, dava conta que o gestor Luis Gatty Ribeiro Roca, teria renunciado.

Apesar de anúncios de opositores no domingo passado, quando o ex-presidente Evo Morales renunciou, teriam dito em frente ao prédio municipal que iriam pedir a renuncia tanto do prefeito, quanto do governador Lucho Flores.

Gatty Ribeiro foi um jogar de destaque nacional, onde até atuou como capitão da seleção de futebol no final da década 90 e meados de 2000. Ao retornar para sua cidade natal, Cobija, se candidatou pelo partido de oposição e foi eleito pelo Pando Unido Y Digno (PUD), com 49,1% dos votos.

Cerca de dois após sua eleição, Gatty resolveu ir para o partido de Evo, o que irritou àqueles que o ajudaram. Os atuais opositores ao prefeito, o acusam de transfúgio político e por isso, disseram que iriam pedir as renuncias.

Em conversa com a assessoria do prefeito, na pessoa de Medardo Olvea, disse que a nota seria falsa, apenas especulações e que não existe nada sobre esse assunto.

Comentários