A medida se dá como prevenção à proliferação do novo coronavírus, pandemia responsável pela doença Covid-19

O superintendente da Cooperacre, Manoel Monteiro, publicou uma nota na manhã desta terça-feira, 24, suspendendo as atividades da cooperativa por tempo indeterminado. O motivo, a contenção da pandemia causada pelo novo coronavírus.

A nota diz que “ficam suspensas as entregas de frutas, castanha e borracha em nossa central, neste período. A medida se dá como prevenção à proliferação do novo coronavírus, pandemia responsável pela doença Covid-19. A entrega de produtos será retomada tão logo a situação de emergência tenha passado”.

O presidente da Cooperacre, Manoel José Gameleira, 81 anos, encontra-se hospitalizado após ter contraído a doença, a COVID-19.

Veja a nota

MEDIDAS CONTRA O CORONAVÍRUS

A Cooperacre informa todos os seus associados e colaboradores que está interrompendo, por tempo indeterminado, a partir da segunda-feira, 23, o atendimento ao público na Central, localizado em Rio Branco, na Rodovia AC 40.

Com isso, fica suspenso as entregas de frutas, castanha e borracha em nossa central, neste período. A medida se dá como prevenção à proliferação do novo coronavírus, pandemia responsável pela doença Covid-19. A entrega de produtos será retomada tão logo a situação de emergência tenha passado.

Aproveitamos para informar a importância de manter o isolamento social, ficar em casa e fazer todos os procedimentos de higiene, para que possamos passar por esse tempo de turbulência.

A Cooperacre está seguindo todas as orientações das autoridades competentes, mantendo a responsabilidade com seus colaboradores e clientes.

Rio Branco, 23 de março

Manoel Monteiro
Superintendente da Cooperacre

Comentários