Parte do novo hospital deveria ser entregue neste mês de agosto, mas, obras praticamente pararam e reiniciaram nesta terça,d ia 16 - Foto: Alexandre Lima
Parte do novo hospital deveria ser entregue neste mês de agosto, mas, obras praticamente pararam e reiniciaram nesta terça,d ia 16 – Foto: Alexandre Lima
Alexandre Lima

O governador do Acre, o petista Sebastião Viana, mentiu mais uma vez para o povo da regional do Alto Acre. Isso foi propalado aos quatro cantos do Estado, ao dizer em Abril passado, que iria novamente entregar a primeira parte do hospital que está com seu cronograma atrasado a quase três anos.

A obra que iniciou com o valor de pouco mais de R$ 50 milhões de reais, chegou ao patamar de R$ 70, devido problemas com o terreno que praticamente acabou com um bairro existente na parte de trás no período da chuva, que entupiu o sistema de drenagem com a lama vinda da obra.

Conforme foi mencionado no sitio institucional, a obra tem “… mais de 12 mil metros quadrados e 130 pessoas trabalhando em ritmo intenso para entregar a etapa final até dezembro”, além da mesma fazer uma mudança na dignidade da população, no padrão da saúde e vai estar pronta para ser o abrigo da futura faculdade de medicina da região.

Veja o que disse Sebastião Viana abaixo no sitio do governo:

Captura de Tela 2016-08-16 às 16.54.27

Reveja matéria da Agência Acre de Notícias:

Primeira etapa do Hospital Regional de Brasileia será entregue em agosto

Em tempo, esta não seria a primeira vez que Sebastião anunciou uma data prévia da entrega do novo prédio. Este que vem sendo guardado a quase sete chaves para quem desejar conhecer o novo, a não ser seus asseclas, juntamente com políticos da base.

Tião Viana e sua equipe de governo visitaram os principais setores da unidade, que tem mais de 12 mil metros quadrados no mês de abril passado (Foto: Gleilson Miranda/Secom)
Tião Viana e sua equipe de governo visitaram os principais setores da unidade, que tem mais de 12 mil metros quadrados no mês de abril passado (Foto: Gleilson Miranda/Secom)

Parte da obra que deveria ser entregue neste mês de agosto, novamente terá sua data modificada, apesar de anunciarem que, mais de 60% já estariam prontos. Segundo fontes internas, a construção vem passando por problemas financeiros junto aos fornecedores e empreiteiras. Segundo foi dito, a ordem seria “empurrar com a barriga” e assim, vem sendo feito.

Nesta terça-feira, dia 16, ao invés de entregar a parte anunciada, foi dado reinício aos trabalhos que praticamente parou nos últimos dias. Com a proximidade do pleito eleitoral, a obra poderá ser usada como mote de campanha, sendo que os problemas com a saúde na regional, estão à beira de um colapso.

Hospital Raimundo Chaar está faltando quase de tudo, um pouco

O velho e sucateado hospital Raimundo Chaar, localizado em Brasiléia que vem sendo esquecido pelo governo, é um problema à parte que dever visto com bons olhos pelo Judiciário e Ministério Público, uma vez que nenhum órgão está fiscalizando o mesmo.

Importante lembrar que, o último procurador que exigiu providencias por parte do Estado e teve o aval do judiciário, foi transferido para outra comarca tão logo a Sesacre foi notificada que deveria pagar multas caso não cumprisse as determinações.

O velho hospital Raimundo chamar vem sendo abandonado - Foto: Alexandre Lima
O velho hospital Raimundo chamar vem sendo abandonado – Foto: Alexandre Lima

Neste final de semana, alguns funcionários tiveram que fazer ‘cota’ para comprar álcool. Os mesmos pediram para não ser identificado, mas, contam do descaso por parte do Estado que tem um médico como gestor.

Fora a falta do álcool, outros remédios e equipamentos, se juntam ao abandono do velho prédio que tem aparelhos de ar-condicionado apresentando problemas, entre outros. A dúvida dos moradores e profissionais da saúde é, como será feito com o novo hospital que irá iniciar pela metade e como vai funcionar o velho.

HOSPITAL_BRASILEIA_PEDRO_DEVANI-4-1000x800
Foto tirada pela assessoria do Estado em Abril passado…

 

Foto tirada nesta segunda (15).Quase nada mudou - Foto: Alexandre Lima
Foto tirada nesta segunda (15).Quase nada mudou – Foto: Alexandre Lima

Comentários