Depois de anunciar a paralisação parcial das atividades da Ação Eventos, promotora de shows no Acre, por causa de uma dívida de R$ 500 mil, o sócio da empresa, Alex Dantas, fez um verdadeiro desabafo em sua página no Facebook.

Em seu desabafo, Alex chama os responsáveis do setor de eventos e do cerimonial do governo do Acre de arrogantes e mal educados, que se “acham donos dos bens públicos.” Ele também reclama que por diversas vezes tentou falar com o governador Sebastião Viana na Casa Rodada e nunca conseguiu.

LEIA MAIS
>>Com divida de R$ 500 mil, empresa de eventos
do Acre diz que poderá encerrar atividades

“Humilhação, destrato, arrogância e falta de educação daqueles que estão há mais de 16 anos a frente daquela diretoria. Tratando a mim e nossos colaboradores como se fôssemos amadores, estranhos e irresponsáveis. Muitas das vezes nem telefone atendiam, pois tinham conhecimento que seriamos nós que estaríamos ligando, pois sempre ligávamos dos telefones que eles mesmos tinham conhecimento.”

Leia o desabafo de Alacex na íntegra:

Neste segundo ano à frente da empresa AÇÃO Eventos, uma coisa que revoltou a mim e a toda a minha equipe, foi o desrespeito e descaso com a nossa empresa, que vem contribuindo com a economia do estado, gerando empregos diretos e indiretos, foi tratada por algumas pessoas que fazem parte da gerência ou diretoria de eventos do gabinete do Governador do Acre.

Humilhação, destrato, arrogância e falta de educação daqueles que estão há mais de 16 anos a frente daquela diretoria. Tratando a mim e nossos colaboradores como se fôssemos amadores, estranhos e irresponsáveis. Muitas das vezes nem telefone atendiam, pois tinham conhecimento que seriamos nós que estaríamos ligando, pois sempre ligávamos dos telefones que eles mesmos tinham conhecimento. Posso provar o que digo através dos registros dos nossos telefones funcionais. E quando atendem parecem que são Deus e donos do bem público. Agora, veja por qual motivo: empréstimo de grades de isolamento para nossos eventos, que, aliás, você passa na rua e ver muitas jogadas, sem utilidade e esquecidas. Não vou nem dizer porque não emprestaram as grades para não criar mais polêmica ainda. Prefiro resolver isso com o próprio governador, para que não crie-se um mal estar com o mesmo, pois tenho muito respeito a sua pessoa como profissional.

Já tentei marcar com o Governador Tião Viana para conversar sobre a postura daqueles profissionais e nunca obtive sucesso, infelizmente. Tenho certeza que o Governador Tião Viana desconhece esse tipo de tratamento, pois se soubesse jamais admitiria tal postura desses profissionais. Eu sempre encontro o governador em eventos e ele fala comigo acreditando que tudo está bem. Nunca iria abordá-lo e ser indelicado e deselegante para falar esse tipo de situação.

Neste último show do Rock in AÇÃO eu, pessoalmente, tive que recorrer até minhas amizades dentro do Governo e Gabinete do Governador, e pasmem, ninguém podia resolver tal situação, apenas o setor do cerimonial, que alias não tenho nenhum tipo de afinidade, já tive, mas por conta da arrogância de algum deles não tenho acesso. Recorri ao gabinete da chefe da Casa Civil, Marcia Regina Pereira, pois o Governador estava viajando, e até hoje se quer me deram um retorno. O show foi realizado no mês passado.

Eu sei que não seria obrigação do Governo do Estado fazer empréstimo dessas grades, mas nestes 16 anos de governo já vi tantas vezes essas grades dando apoio a eventos particulares, inclusive nos meus no Arena e Maison Borges.

Outros setores do Governo do Estado me ajudaram e ajudam muito, mas esse episódio desgastante junto a Gerencia ou Diretoria de Eventos do Gabinete do Governador não passará em branco, pois é total desrespeito a um empresário e cidadão que trabalha incansavelmente e com muita responsabilidade e seriedade para oferecer o melhor serviço de entretenimento a sociedade.

Para quem acompanha minhas postagens quero lembrá-los que para esses indivíduos, que fazem parte do cerimonial do governo, gritar e usar palavrões de baixo calão já foi o mínimo que ja ouvi, e para alguns deles humildade é ouvir calado suas imposições, idéias e falta de educação.

Eu falei que uma hora dessas eu ia falar sobre este setor do governo, não falei? Cadê o atendimento humanizado deste setor? O atendimento humanizado é apenas para quem faz parte da panelinha deles?

É muito fácil comer rapadura e arrotar caviar quando se está por cima da carne seca. Quero vê-los arrotarem caviar quando essa mamata acabar.

Só um detalhe, lição básica para um bom cerimonialista. É uma tremenda garfe, numa cerimônia de homenagem, não informar ao homenageado o tempo que ele tem para fazer seus agradecimentos, principalmente quando se tem uma autoridade presente, que é o Governador do Estado, fazendo-o permanecer mais de 1 hora, em pé, sem água, dentre outros procedimentos protocolares. Procede, Dr Davi Poit?

Vamos ler e estudar mais sobre protocolos e cerimônias, heim gente!!!


 

Do ac24horas.com

Comentários