Rio Acre em Assis Brasil, alcançou pouco mais de 12 metros no sábado – Foto: Antonia Nascimento

As chuvas que demoraram cerca de oito horas alcançando quase toda região Norte do Brasil na sexta-feira passada, ainda vai levar transtorno aos moradores que estão às margens do Rio Acre. O nível em alguns locais, alcançou picos próximo a cota de alerta.

Nas estações de medições existentes acima e na cidade de Assis Brasil, distante cerca de 330km da capital do Acre, chegou ao nível pouco acima de 12 metros, mas, já estaria estabilizando dando sinal de vazante, após as chuvas darem uma trégua.

Casas no povoado de Iñapari, lado peruano, que ficam próximo ao rio foram alcançadas pelas água quando o nível alcançou os 12 metros.

Como ocorrido em anos anteriores, o pequeno povoado de Iñapari (lado peruano) localizado próximo ao rio, as águas alcançaram alguns quintais e casas no lado mais baixo. Alguns moradores alertaram as autoridades para ajudar na retirada de objetos e bens pessoais das casas.

No decorrer do dia deste domingo, dia 5, o rio baixou para cerca de 11,22 metros no início da noite, informação passada pelo Secretário de Obras e representante da Defesa Civil de Assis Brasil.

Já na cidade de Epitaciolândia, onde existe uma estação de monitoramento, o rio marcava 9.90cm às 13 horas e por volta das 18h15, as réguas registrava 10.07cm.

Em Brasiléia, o rio marcava 9.90cm às 13 horas e por volta das 18h15, as réguas marcavam 10,07cm – Foto: Alexandre Lima

Com a vazante de Assis Brasil, a previsão é de que o nível do rio Acre possa chegar pouco mais de 11 metros durante o dia desta segunda-feira, dia 6. Em conversa com o cientista Foster Brown, que é professor da Ufac com doutorado pelo Department of Geological Sciences – Northwestern University, comentou que caso não chova nas próximas 24 horas, a tendência é baixar cerca de 2cm/hr nas cabeceiras.

As prefeituras da regional do Alto Acre, através das Secretarias de Obras que estão respondendo pela Defesa Civil em suas cidades, estão sendo atualizadas a cada hora com a Capital.

A preocupação no momento, se pode dizer que fica para a capital do Acre, Rio Branco, onde se prevê que o rio suba e alcance as partes consideradas baixas, podendo desabrigar famílias.

Vista do povoado de Iñapari ao fundo. O rio Acre já teria baixado cerca de um metro até o início da noite deste domingo, dia 5.

Comentários