fbpx
Conecte-se conosco

Extra

Ao lado dos governadores Gladson e Marcos, Ministro anuncia inauguração da ponte sobre o rio Madeira para dezembro

Publicado

em

Uma gigantesca estrutura de concreto e aço chama a atenção de todos que atravessam o rio Madeira, por meio de balsas, em Abunã (RO). A tão esperada ponte, que põe fim a dependência de embarcações e conectará o Acre de uma vez por todas com a malha rodoviária nacional, está prestes a ser concluída e inaugurada pelo governo federal.

Uma gigantesca estrutura de concreto e aço chama a atenção de todos que atravessam o rio Madeira, por meio de balsas, em Abunã (RO). A tão esperada ponte, que põe fim a dependência de embarcações e conectará o Acre de uma vez por todas com a malha rodoviária nacional, está prestes a ser concluída e inaugurada pelo governo federal.

Nesta sexta-feira, 2, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes, e os governadores do Acre, Gladson Cameli, e de Rondônia, Marcos Rocha, fizeram uma vistoria técnica nas obras da ponte. Com 95% da construção concluída, os trabalhos concentram-se na margem direita do rio, lugar conhecido como o “lado de Rondônia”.

Também participaram da agenda o senador Marcio Bittar, o deputado federal Allan Rick e ainda parlamentares da bancada federal de Rondônia.

Também participaram da agenda o senador Marcio Bittar, o deputado federal Allan Rick e ainda parlamentares da bancada federal de Rondônia Fotos: Marcos Vicentti/Secom

Por ser mais baixo e possuir solo instável em relação à margem esquerda, o projeto original da minha estrutura precisou ser alterado. Na grande enchente de 2014, toda extensão do local ficou alagada e caso a proposta fosse mantida, o acesso à ponte corria o risco de ficar isolado em caso de nova cheia.

Para evitar que isso aconteça, o governo federal decidiu aumentar em 400 metros o vão central da ponte e aumentar o nível da pista de acesso à BR 364. Uma decisão acertada e que afasta qualquer risco de interdição, como ocorreu seis anos atrás.

O governo federal decidiu aumentar em 400 metros o vão central da ponte e aumentar o nível da pista de acesso à BR 364 Fotos: Marcos Vicentti/Secom

De acordo com Tarcísio Gomes, todo o cronograma da fase de conclusão da obra está sendo rigorosamente cumprido. O ministro enfatizou ainda que a ponte do rio Madeira será inaugurada ainda em 2020 pelo presidente da República, Jair Messias Bolsonaro.

“Está tudo sob controle e, em dezembro, temos condições de entregar [a ponte]. Os trabalhos estão concentrados na concretagem de uma última galeria e terminando o aterro. Ainda no mês de outubro, começamos a asfaltar o aterro e estamos concretando a parte da estrutura que falta para interligar a ponte. A nossa previsão é que na segunda ou terceira semana de dezembro, o presidente Jair Bolsonaro esteja aqui entregando essa importante obra para os dois estados. Uma obra no Estado de Rondônia, mas que atende muito e majoritariamente o Estado do Acre, proporcionando sua integração com o resto do Brasil”, afirmou.

Atuação de Gladson Cameli foi determinante para construção da ponte

Enquanto senador da República, Gladson Cameli foi um dos principais defensores da ponte sobre o rio Madeira. Ao atravessar a estrutura pela primeira vez, o governador acreano ficou emocionado e recordou que um antigo sonho da população do Acre já é realidade.

Enquanto senador da República, Gladson Cameli foi um dos principais defensores da ponte sobre o rio Madeira Fotos: Marcos Vicentti/Secom

“Infelizmente, muitos que sonharam com este momento já não estão mais entre nós. Mas a esperança de um futuro melhor para as nossas gerações está começando. Como parlamentar, lutei para que esta obra não para um dia sequer. Gostaria de dizer que todo esforço valeu a pena e que muito em breve retornaremos aqui para festejar a inauguração dessa ponte. O Acre nunca mais vai depender de balsas para poder se desenvolver”, pontuou.

Para o gestor, um novo horizonte cheio de boas oportunidades será aberto ao Acre após o término da ponte. Cameli destacou a ligação em definitivo do corredor rodoviário Atlântico-Pacífico como crucial para alavancar a economia acreana e demais estados da região Norte.

“Como sempre costumo falar, aqui está sendo construído o segundo canal do Panamá. A ponte sobre o rio Madeira representa a união dos oceanos Pacífico e Atlântico. Além disso, o Acre será integrado com os demais estados. Tenho a certeza que esta importante obra nos trará inúmeros benefícios e vamos trabalhar para que o nosso estado aproveite ao máximo as oportunidades para crescer ainda mais”, argumentou Gladson.

Apoio do senador Marcio Bittar

A atuação do senador Marcio Bittar foi fundamental para assegurar a destinação de R$ 23 milhões em recursos da União para a conclusão da estrutura. “De fato, tinha só um R$ 1 milhão em recursos. Conseguimos mais R$ 15 milhões com o governo federal e eu consegui, extra orçamentário, mais R$ 7 milhões como relator do orçamento passado. Este é um sonho do Acre inteiro que esta se tornando realidade”, ressaltou.

Atuação do senador Marcio Bittar foi fundamental para assegurar a destinação de R$ 23 milhões em recursos da União para a conclusão da estrutura Fotos: Marcos Vicentti/Secom

O governador de Rondônia aproveitou a oportunidade para agradecer o compromisso do governo federal na conclusão da ponte e com o desenvolvimento econômico e social da Amazônia. “O meu muito obrigado ao presidente Bolsonaro e ao ministro Tarcísio por estarem completando essa obra de extrema importância para nós. A ponte fica em Rondônia, mas é fundamental para o Estado do Acre, Rondônia, Amazonas e Roraima. É o desenvolvimento chegando para a nossa região”, disse Marcos Rocha.

A ponte do Madeira

Os números da ponte impressionam. Com 1,5 quilômetro de extensão e 14,4 metros de largura, as empresas responsáveis por sua construção já utilizaram 25 mil metros cúbicos de concreto e 4,8 toneladas de aço. Em seu auge, chegou a contar com a força de trabalho de 160 operários. Atualmente, 120 profissionais atuam na reta final da obra.

Na margem esquerda do rio, o chamado “lado do Acre”, a estrada que liga a cabeceira da ponte à rodovia já está pronta. A pista, inclusive, está prestes a receber sinalização vertical e horizontal.

Na margem esquerda do rio, o chamado “lado do Acre”, a estrada que liga a cabeceira da ponte à rodovia já está pronta Fotos: Marcos Vicentti/Secom

Iniciada em setembro de 2014, a ponte enfrentou uma série de dificuldades referentes ao cronograma de repasse de recursos federais para o andamento da obra. No governo do presidente Jair Bolsonaro, a finalização da estrutura é tratada com prioridade e reforça o compromisso da União com o desenvolvimento do Acre.

Embora localizada no vizinho estado de Rondônia, a ponte é muito mais emblemática para o Acre. Reivindicação antiga dos acreanos, a estrutura é aguardada desde a abertura da BR 364, entre Rio Branco e Porto Velho (RO). Sinônimo de atraso, a travessia de balsa entre as duas margens leva, em média, meia hora. Porém, nos momentos mais críticos do ano, como nos períodos de cheia e seca, o tempo para fazer o mesmo percurso é superior a uma hora.

Devido a essa constante instabilidade, o abastecimento regular de gêneros de primeira necessidade é sempre colocado em risco, sobretudo, alimentos perecíveis e combustível.
Após o término da obra da ponte, será possível cruzar o Madeira em poucos segundos. Além disso, não será mais necessário o pagamento de uma taxa para atravessar o rio. Atualmente, o valor cobrado para uma carreta rodotrem (9 eixos) carregada é de R$ 210,00, o mais elevado entre os veículos.

Comentários

Continue lendo

Extra

Polícia Civil captura homem que matou irmão com golpe de foice em Brasiléia

Publicado

em

Brasiléia, AC – Mariano Silva Gadelha, de 27 anos, foi preso nesta quinta-feira (13) pela Polícia Civil, acusado de matar seu irmão, Rosinildo da Silva Amaral, de 25 anos, com um golpe de foice. O crime ocorreu na manhã de quarta-feira (12), na propriedade da família localizada no Ramal da Pinda, acessível pela BR 317, no km 59, com mais 30 de acesso até o local.

A tragédia familiar aconteceu durante uma discussão entre os irmãos enquanto trabalhavam no roçado da família. Segundo Mariano, a briga começou devido a uma disputa pela divisão de terras feita em partes iguais pelo pai, resultando em uma luta corporal. Quando Rosinildo virou de costas, Mariano o atacou com uma foice, atingindo seu pescoço e quase o decapitando. Rosinildo morreu instantaneamente.

Após o crime, Mariano fugiu e se escondeu na cidade de Brasiléia. Ele foi encontrado na manhã desta quinta-feira no Bairro Eldorado, na rua Maria Ester de Oliveira, enquanto aguardava um mototáxi. Surpreendido pela polícia, Mariano foi preso em flagrante.

O delegado titular de Brasiléia, Erick Maciel, conduziu a oitava de Mariano na delegacia, após ele ser ouvido foi preso pelo crime de homicídio. A autoridade policial comunicou o fato ao judiciário, solicitando a prisão preventiva do acusado.

O corpo de Rosinildo está sendo velado na casa de parentes no Bairro Alberto Castro, em Brasiléia. O enterro está previsto para ocorrer ainda na tarde desta quinta-feira, no cemitério de Epitaciolândia.

VEJA VÍDEOS DA PRISÃO E ENTREVISTA COM O DELEGADO ERICK MACIEL SOBRE O CASO.

MATÉRIA RELACIONADA:

Degolou com foice: Briga por terras termina em morte entre irmãos

Comentários

Continue lendo

Extra

Degolou com foice: Briga por terras termina em morte entre irmãos

Publicado

em

Uma tragédia entre família ocorreu na manhã desta quarta-feira, dia 12, em uma propriedade localizada no Ramal da Pinda, que tem acesso pela BR 317 (Estrada do Pacífico) no km 59, com mais cerca de 30km até o local. O incidente aconteceu por volta das 8h00.

Vítima quase decapitado com o golpe da foice.

Segundo foi apurado com os agentes da Polícia Civil que foram até o local e familiares, os irmãos estavam trabalhando em um campo quando tudo aconteceu. O irmão mais velho, de 27 anos, identificado como Mariano da Silva Amaral, utilizou uma foice para cortar o pescoço de seu irmão, Rosinildo da Silva Amaral, de 25 anos.

Segundo foi apurado com o pai, teria acontecido uma divisão de terras para os dois em partes iguais, sendo que Mariano não teria aceitado e queria mais. Os dois estavam rocando uma área quando teria havido uma pequena discussão e a vítima, teria pedido para o irmão ir embora e se virou para continuar o trabalho.

Foi quando Mariano desferiu um golpe mortal atingindo o pescoço que por pouco não separa a cabeça do corpo para em seguida, fugir do local rumo a cidade em uma moto. Os pais, Rosiane Oliveira da Silva e Maricil Moreira do Amaral ficaram transtornados com o acontecido enquanto as autoridades foram acionadas para o local.

Mariano fugiu após o crime e está sendo procurado pelas autoridades policiais na fronteira.

Devido a distancia, os agentes da Polícia Civil e do Instituto Médico Legal – IML, tiveram dificuldades para chegar no local. A moto foi localizada em uma casa na cidade e o acusado apenas comentou: “acabei com minha vida”, e tomou rumo ignorado, possivelmente fugindo para o lado boliviano.

Várias diligencias foram realizadas pela fronteira, mas, não foi possível localizar o acusado. Somente por volta das 16h40 o carro do IML partiu da cidade de Epitaciolândia para a Capital com o corpo de Rosenildo, na companhia do pai.

O caso está sendo coordenado pelo delegado Ricardo Castro e sua equipe de investigadores que estão tentando localizar o acusado

Veja entrevistas com o pai e parentes da vítima.

Comentários

Continue lendo

Extra

Idoso morre após perder controle de moto e bater em guard rail na BR-317

Publicado

em

Otávio Lopes da Silva, de 78 anos, natural do Rio Grande do Norte, faleceu no pronto-socorro de Rio Branco, capital do Acre, após um trágico acidente de motocicleta na tarde desta terça-feira (11), na ‘Curva do Alemão’, localizada no km 48 da BR-317, no município de Capixaba, interior do Acre.

De acordo com informações de populares, Otávio trafegava no sentido Capixaba/Rio Branco em uma motocicleta de alta cilindrada quando perdeu o controle do veículo, saiu da pista e colidiu com um guard rail (defensa metálica). O impacto causou um Traumatismo Craniano Encefálico (TCE) gravíssimo, fratura na face, fratura exposta no braço direito e a amputação da perna direita na altura do joelho.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionados para o local. Uma ambulância de suporte básico prestou os primeiros socorros ao idoso, que foi encaminhado ao Hospital Ary Rodrigues, no município de Senador Guiomard. Devido ao estado gravíssimo, ele foi transferido para o pronto-socorro de Rio Branco, onde não resistiu e faleceu minutos depois na Sala do Trauma.

Ancião é natural do Rio Grande do Norte e sua CNH foi renovada no mês de maio passado.

Após a declaração de óbito, o corpo de Otávio foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) para exames cadavéricos, antes de ser liberado para a família realizar o velório e sepultamento.

O local do acidente foi isolado para a realização da perícia, que investigará as causas do acidente. A suspeita preliminar é de que Otávio possa ter passado mal ou adormecido enquanto pilotava a motocicleta. Após os procedimentos de praxe, a motocicleta foi removida por um guincho.

O trágico acidente ressalta a importância da cautela ao dirigir, especialmente em áreas de risco e para pessoas de idade avançada. A comunidade de Capixaba lamenta a perda de Otávio, um morador conhecido e respeitado na região.

Comentários

Continue lendo