A situação dos últimos dias na fronteira do Acre ascendeu a luz vermelha na tarde desta quarta-feira, dia 6. Segundo foi apurado com no hospital regional Raimundo Chaar que tem uma ala especifica para o tratamento, está quase lotado.

Segundo foi divulgado nesta semana, a situação mais preocupante é no INTO, onde 30 dos 40 leitos estão ocupados, uma taxa de 75%. O número de casos de novos de Covid-19 em crescimento diariamente, as atenções se voltam para a capacidade de atendimento das unidades de saúde.

Os casos de infecção por dengue e gripe também vem preocupando, pelo fato dos sintomas serem parecidos, levanto algumas pessoas a se medicarem de forma errada, podendo agravar em algumas situações.

Dos 12 leitos disponíveis no hospital Raimundo Chaar em Brasiléia, apenas dois estão liberados. Fato esse que preocupa a direção devido o aumento nos últimos dias. Aconselha que as pessoas não relaxem dois cuidados para evitar o contágio e propagação.

Mais informações a qualquer momento.

 

 

Comentários