fbpx
Conecte-se conosco

Extra

Ailson Mendonça agradece votos e diz que o projeto político para ver Xapuri uma cidade desenvolvida continua

Publicado

em

14590374_1061590763948940_2800572520163269848_nO candidato Ailson Mendonça (DEM) agradeceu aos seus eleitores pelos votos conquistados nas urnas como candidato a prefeitura do município de Xapuri. Em sua primeira disputa, o jovem candidato contabilizou 3.061 mil votos.
“Quero agradecer a todos que acreditaram e votaram nesse projeto. Essa foi minha primeira disputa majoritária e se tornou uma grande experiência. Esses 3.061 votos obtidos não são apenas números, são votos de esperança. Votos do povo e é a esse povo que eu agradeço”, disse Ailson.
De acordo com Ailson, sua candidatura surgiu das ruas, da vontade popular. “A nossa candidatura à prefeitura de Xapuri nasceu nas ruas, nasceu no coração do povo. Não surgiu de um desejo próprio ou arquitetado em um gabinete político, mas sim de uma vontade popular. Hoje, agradeço a todos pela confiança. Agradeço por que acreditaram na minha atitude e empenho para resolver os problemas do nosso município”, pontuou.
Embora não tenha conseguido a vitória, Ailson afirma que segue firme em defesa dos interesses da população e de Xapuri. “O sonho de ver Xapuri um município melhor, crescendo e gerando emprego e renda a sua população apenas começou. Vamos lutar até conseguir ver nossa cidade se desenvolvendo. A batalha continua independente do resultado”.
Ailson frisa que tem visitado o povo de Xapuri para agradecer pessoalmente a confiança depositada em sua candidatura. “Isso é o mínimo que posso fazer por essas pessoas. Eles acreditaram e ainda acreditam que este projeto tem o melhor para Xapuri, portanto faço questão de passar de casa em casa agradecendo os votos obtidos”.

O que levou você a ser candidato?
Ailson Mendonça – Nossa candidatura nasceu do sentimento de grande parte do povo de Xapuri que querem uma alternativa, um novo modelo de gestão e governança para o município. E eles enxergaram em meu projeto político essa resposta. Da mesma forma que eles sonham com uma cidade melhor, eu também sonho e luto para que aconteça. Esse desejo de mudança para Xapuri foi que me levou a sair candidato.

Qual a melhor forma de representar a população de Xapuri?
Ailson Mendonça – A primeira coisa que um gestor deve fazer é sentar e ouvir as demandas da população. Manter contato e diálogo constante com o povo de Xapuri. Como se irá representar um povo sem nem ao menos você está perto dele? Não podemos nos esquecer de nossa população. Os problemas estão aí, todo mundo sabe quais são, o que falta é alguém disposto a resolvê-los. Eu me coloco a disposição para isso. Quero ver minha cidade natal crescendo e desenvolvendo. Merecemos isso, a comunidade de Xapuri merece isso.

Como foi o contato com a população durante o período eleitoral?
Ailson Mendonça – Muito bom. Ouvi muitas palavras de apoio. Cada casa que entrei percebi o quanto a população tem se sentido abandonada pelas últimas gestões. Isso dói o coração. Mesmo não saindo vitorioso nesse processo eleitoral, meu foco continua sendo lutar pelo desenvolvimento de Xapuri. Quando decidimos servir, temos que fazer da melhor maneira possível. Nossa comunidade merecer o melhor e buscarei sempre fazer a melhor pela minha cidade.

Qual análise você faz desse momento político do Acre?
Ailson Mendonça – O momento político que atualmente o Acre vive é um reflexo do que se passa no cenário politico nacional. O que vemos é um cenário econômico ruim, inflação crescendo, desemprego aumentando e um possível quadro de recessão. Esses são fatores que afetam qualquer líder de estado. Mas, além disso, no momento da disputa eleitoral, foram feitas muitas promessas que aparentemente não estão sendo cumpridas e isso gera um desencanto por parte da sociedade. O Governo do estado perdeu o respeito com o trabalhador. O caso dos trabalhadores da Educação é um bom exemplo disso. Isso acaba gerando um desgaste bem maior para o governo. E quem sofre é a população

Quais seus projetos para o futuro?
Ailson Mendonça – Vamos continuar com esse projeto político. O sonho não morreu, ao contrário, continua vivo e se fortalecendo a cada dia. Essa campanha não teve como objetivo apenas conquistar um cargo ou status político. Nosso foco é trabalhar por Xapuri, portanto, a luta continua. Desejo isso, a população deseja isso. O sonho de ver Xapuri um município melhor, crescendo e gerando emprego e renda a sua população apenas começou. Vamos lutar até conseguir ver nossa cidade se desenvolvendo. A batalha continua independente do resultado.

Comentários

Continue lendo

Extra

Trabalhador é brutalmente agredido com cabo de madeira em ramal de Brasiléia

Publicado

em

Agressão deixou vítima com fratura pelo corpo e cortes no couro cabeludo. Polícia investiga caso de violência em Brasiléia

Um ato de violência chocou os moradores do Ramal Nazaré, no bairro Nazaré, no interior do Acre, na tarde desta segunda-feira (22). Erlan Jifones Porto, de 56 anos, foi brutalmente agredido por seu colega de trabalho, identificado apenas como Eduardo, utilizando um cabo de madeira.

De acordo com informações fornecidas por familiares da vítima, Erlan estava caminhando pelo ramal quando foi abordado por um homem identificado pelo nome de Eduardo, que portava um cabo de madeira amarelo. Sem qualquer aviso, Eduardo desferiu vários golpes na cabeça de Erlan, causando um forte sangramento. A agressão continuou com golpes no corpo, resultando em fraturas na perna esquerda, no braço esquerdo e no dedo anelar direito. Após o ataque, o agressor fugiu do local, deixando Erlan gravemente ferido.

Populares que passavam pelo local rapidamente socorreram Erlan, colocando-o em uma caminhonete e levando-o ao Hospital Raimundo Chaar. Depois de receber os primeiros atendimentos e ser estabilizado, Erlan foi transferido por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) ao Pronto-Socorro de Rio Branco. Apesar da gravidade das lesões, seu estado de saúde é estável.

A Polícia Civil do município de Brasiléia está encarregada de investigar o caso, buscando esclarecer os motivos da agressão e capturar o agressor Eduardo, que continua foragido.

Comentários

Continue lendo

Extra

Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas / Sebrae – AVISO DE LICITAÇÃO

Publicado

em

Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas / Sebrae

AVISO DE LICITAÇÃO

Pregão Eletrônico SRP nº 15/2024

1. OBJETO

Fornecimento de alimentação, sob demanda, em atendimento aos eventos específicos realiza- dos pelo ÓRGÃO GERENCIADOR DO REGISTRO DE PREÇOS, no município de Cruzeiro do Sul – Acre.

2. RECEBIMENTO E ABERTURA DAS PROPOSTAS.

Local da realização: www.redeempresas.com.br; Término do prazo para envio de propostas: 31 de julho de 2024 às 10h45min; Início da sessão de disputa de preço: 31 de julho de 2024 às 11h. Será sempre considerado o horário de Brasília.

3. ESCLARECIMENTOS DE DÚVIDAS.

Questionamentos poderão ser encaminhados ao SEBRAE/AC, somente por escrito pelo e-mail [email protected], aos cuidados da Comissão de Licitação, até 02 (dois) dias úteis antes da data de abertura da sessão pública.

Rio Branco-AC, 22 de julho de 2024.

Comentários

Continue lendo

Extra

Jovem é levado ao pronto-socorro após disparo acidental em Rio Branco

Publicado

em

Ítalo Costa Nostário, de 20 anos, sofreu um disparo acidental na manhã desta segunda-feira (22), enquanto manuseava uma arma de fogo em sua residência, localizada na rua Tião Natureza, bairro Vitória, região do São Francisco, em Rio Branco.

De acordo com informações da polícia, Ítalo estava na sala de sua casa quando a arma disparou acidentalmente, atingindo seu abdômen. O projétil transfixou o abdômen e saiu pelas costas. Imediatamente após o incidente, os familiares do jovem acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que enviou uma ambulância de suporte avançado ao local. Após os primeiros atendimentos, Ítalo foi levado ao pronto-socorro de Rio Branco em estado estável.

A polícia informou que esta não é a primeira vez que Ítalo é vítima de um disparo acidental. A arma envolvida no incidente não foi encontrada, levantando suspeitas de uma possível tentativa de homicídio. Todas as hipóteses estão sendo investigadas.

O caso será inicialmente investigado pela Equipe de Pronto Emprego (EPE) da Polícia Civil e, posteriormente, poderá ser transferido para a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) ou para a 3ª Regional de Polícia Civil.

Comentários

Continue lendo