fbpx
Conecte-se conosco

Flash

Acusado de matar ex-presidiário vira réu e enfrenta acusações de homicídio e participação em organização criminosa

Publicado

em

Crime com características de “queima de arquivo” levou Árdison Leão ao banco dos réus

A Justiça do Acre transformou Árdison de Lima Leão em réu pelo homicídio do ex-presidiário Raicharles Lima de Souza. A decisão foi tomada pelo Juiz Flávio Mariano, da 1ª Vara do Tribunal do Júri, após aceitar a denúncia apresentada pelo Ministério Público do Acre.

Árdison Leão responderá a uma ação penal por homicídio e por integrar uma organização criminosa. O crime ocorreu na madrugada de 15 de janeiro deste ano, no Bairro Defesa Civil, em Rio Branco. Raicharles Lima de Souza foi assassinado com duas facadas, uma delas no tórax. Seu corpo foi encontrado horas depois no quintal da casa de Árdison Leão.

Segundo a denúncia, o crime foi uma “queima de arquivo”. A vítima havia denunciado membros de uma facção, afirmando que Árdison Leão teria cobrado um valor para devolver um celular furtado de um morador.

Nos próximos meses, a Justiça deve marcar a audiência de instrução e julgamento do caso, que está prevista para ocorrer no próximo mês.

Comentários

Continue lendo

Flash

Paciente celebra volta da visão após transplante de córnea no Acre

Publicado

em

Já são 331 transplantes de córnea realizados na Fundação Hospital Estadual do Acre (Fundhacre) e nesta quinta-feira, 20, mais uma pessoa teve o sonho realizado. Maria José Alves, de 52 anos, passou pelo procedimento por volta das 10h e, com a cirurgia bem-sucedida, recupera-se em casa, enquanto a visão é restabelecida gradativamente.

Cirurgia de Maria José foi realizada com sucesso na Fundhacre, único hospital transplantador do Acre. Foto: Gleison Luz/Fundhacre

A realização do sonho foi aguardada durante um período e, por meio do programa de transplantes do governo do Estado, muito em breve Maria José irá reconquistar sua independência. “Estou muito feliz, realizada. Após espera de três anos, hoje veio a resposta. Perdi a visão depois de um acidente com um espinho de babosa, que inflamou, deu infecção e, quando sarou, perdi [a visão]. É muito ruim, porque vejo tudo embaçado, não dá pra enxergar. Me acidentei muito também caindo em buraco; a visão se atrapalha, fica tudo perto”, relata a paciente.

Dos anos em que ficou sem enxergar com o olho direito, relembra as dificuldades de executar desde as tarefas mais simples, como caminhar, até as mais complexas . “Limpar a casa, [usar o] telefone, olhar a TV também e mais caminhar, porque topo nos buracos, caio. [Quando o hospital avisou da cirurgia] fiquei muito feliz. Perdi o emprego por causa da visão e, quando ficar boa, vou voltar a trabalhar. Só tenho a agradecer imensamente, porque [a equipe da Fundhacre] é muito atenciosa”, complementa.

Marcelo acompanha a mãe na Fundhacre. Foto: Gleison Luz/Fundhacre

Quem sofreu com a mãe mas também sonhou com a volta da sua visão foi o filho, Marcelo Alves. “O sentimento é de gratidão também. Fico feliz; ela vai poder trabalhar, voltar a fazer o que sempre gostou de fazer, de ler, de estar mexendo no celular e também de caminhar. Fico preocupado porque ela topa no buraco, aí só escuto ela resmungando e, com essa bênção na vida dela, vai melhorar bastante”, comemora Marcelo.

A coordenadora do Serviço de Transplantes da Fundhacre, Valéria Monteiro, reforça a importância dos transplantes de córnea no Acre. “Já realizamos 331 transplantes de córnea, uma marca que nos deixa muito felizes. Cada paciente que passa pelo cuidado da nossa equipe tem uma história única e acompanhar sua evolução é muito gratificante. O programa de transplantes do Estado é um sucesso e não é por acaso que cada dia mais o Acre se consolida como referência na Região Norte”, destaca.

Ao todo, o Acre já realizou 515 transplantes, transformando as vidas não apenas de acreanos, mas também de pacientes moradores de estados vizinhos e exterior, referenciados via Sistema Único de Saúde (SUS). Além dos 331 de córnea, são outros 88 de fígado e 96 de rim.

Comentários

Continue lendo

Flash

Empresários acreanos conhecem novas tecnologias durante Fispal, em São Paulo

Publicado

em

Missões técnicas reuniram representantes dos setores de alimentos, sorvetes, carnes e tecnologia

Em uma ação liderada pelo Sebrae, junto à Federação das Indústrias do Acre (Fieac) e com apoio da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel/AC), empresários do setor de alimentação de Rio Branco participaram da Fispal Food Service e Fispal Sorvetes, em São Paulo. As missões técnicas reuniram dez representantes, para a Food Service, e nove participantes para a feira do segmento de sorvetes.

O evento reuniu marcas nacionais e internacionais, com o objetivo de apresentar as últimas tendências e soluções em máquinas para o setor, além de facilitar conexões, negócios e troca de conhecimento.

Representando o Sebrae, a analista técnica Doresney Amaral acompanhou os empresários durante o evento e destacou o resultado positivo da missão. “Eles [empresários] fizeram bastante contato com os fornecedores que estavam no evento, a feira estava recheada de novidades. E o resultado foi positivo, porque fizeram muitos negócios e network, além de conhecerem as novas tecnologias para conseguirem inovar em seus empreendimentos”, disse.

A Fispal Food Service e a Fispal Sorvetes são os maiores eventos para o setor de alimentação fora do lar da América do Sul, completando 40 anos de história neste ano, marcando uma jornada rica de aprendizados, inovação e evolução constante.

Para Pablo Souza, empresário da Tereré Suprema, a feira foi uma ótima oportunidade não só de fazer negócios, mas de ampliar horizontes para novos segmentos. “A minha ideia era apenas conhecer a feira, ver novos negócios, ir absorvendo o máximo possível de informação para trazer novos conceitos. Lá me deparei com algumas situações muito bacanas, vi muitos equipamentos e acabei negociando alguns insumos para a sorveteria que estou montando, será um investimento em torno de R$ 20 mil”, comentou.

Fispal Tecnologia e TecnoCarne

De 18 a 21 de junho, outro grupo de empresários participa da Fispal Tecnologia e da Tecnocarne, sendo 12 ligados ao Sindicato das Indústrias de Produtos Alimentares do Estado do Acre (Sinpal/AC), e 7 do setor de frigoríficos e matadouros, ligados ao Sindicato das Indústrias de Frigoríficos e Matadouros do Estado do Acre (Sincarnes/AC).

De acordo com o presidente do Sinpal/AC, José Luiz Felício, o evento é uma excelente oportunidade para os empresários conhecerem todas as novidades do segmento. “A Fispal Tecnologia nos apresenta o que há de mais moderno em máquinas, embalagens, automação e processos para a indústria de alimentos. Estar aqui é uma grande oportunidade para melhorarmos a atuação das nossas indústrias, o que reflete em melhorias para a economia do estado, manutenção de empregos privados, entre outros avanços significativos”, destaca José Luiz Felício.

 

Comentários

Continue lendo

Flash

Prefeito assina ordem de serviço para construção de mais uma unidade de saúde em Rio Branco

Publicado

em

O prefeito de Rio Branco assinou na manhã desta quinta-feira (20), a ordem de serviço para a construção de uma unidade de saúde de porte III, na Cidade do Povo. A solenidade contou com a participação de secretários, diretores e moradores.

O chefe do Executivo Municipal afirmou que a Cidade do Povo tem recebido uma atenção especial do poder público municipal e estadual.

“A Cidade do Povo tem sido uma prioridade nossa e do governo do Estado. Aqui tem uma população muito carente, que realmente precisa de trabalhos, serviços públicos. Hoje estamos lançando mais uma unidade básica de saúde de porte 3, ou seja, vai ficar muito bem servido aqui a Cidade do Povo dentro da questão Saúde e Atenção Básica que é o que o município trabalha”, disse o gestor.

Bocalom: “A Cidade do Povo tem sido uma prioridade” (Foto: Val Fernandes / Assecom)

Serão investidos mais de R$ 2 milhões na construção da unidade que terá mais de 600 metros quadrados de área construída, com salas amplas e toda a estrutura necessária para atendimentos ambulatoriais e da população.

“Antes da pandemia existia um desenho dessas unidades, viu-se que precisava construir outros tipos de sala, com mais espaço. Então esta unidade que nós estamos construindo, todas elas já têm esse novo padrão, que é o padrão pós-pandemia. Devo dizer que são no valor de mais de R$ 2 milhões de reais e quem arrumou parte desse recurso, 1.268.000,00 foi a ex-deputada Jessica Salles, e que a prefeitura está entrando contra 734 mil reais”, explicou o prefeito.

A previsão de entrega da obra concluída é de oito meses, porém, o empresário Renato Soares, da RM Construções LTDA garantiu que a conclusão será no prazo de cinco meses.

“A nossa previsão é para iniciar na segunda-feira (24), com o maquinário terraplanagem, essa parte de tapume. Na segunda-feira a gente inicia e a previsão é cinco meses de conclusão, pra entregar ela pronta. Vão estar trabalhando, com serviço direto, mais ou menos, de 40 a 50 pessoas. Indiretamente aí, mais umas 20 a 30 pessoas, aí, se Deus quiser, daqui cinco meses a gente entrega para o povo, da Cidade do Povo que tanto merece.

A construção da nova unidade de saúde da Cidade do Povo foi comemorada pelos moradores da comunidade.

“É um sonho antigo das lideranças e principalmente da comunidade, que é a maior prejudicada com a falta de atendimento que a gente tem, tendo apenas uma unidade básica. E essa unidade de suporte III vai fazer muito bem para a nossa comunidade, e tenho certeza que vai melhorar bastante os nossos dias aqui na Cidade do Povo. Mais demanda para a população, como serviço de dentista, clínico geral, também uma coisa que falta muito aqui na nossa comunidade é o serviço ginecológico para as mulheres. Tenho certeza que agora vai vir um serviço completo”, expressou a moradora e expresidente da Associação de Moradores, Léia Silva.

“É essencial, que vai suprir a necessidade das pessoas, vai evitar das pessoas sairem daqui para ir para a Cláudia Vitorino, para o posto de saúde da 6 de Agosto, do Bairro 15, e assim sucessivamente. No meu ponto de vista, foi um acerto muito grande”, concluiu o morador, José Matias Gaspar da Costa.

Comentários

Continue lendo