fbpx
Conecte-se conosco

Geral

Acreano e carioca anunciam disco com participações de Elba Ramalho e Ney Matogrosso: ‘Gratificante’

Publicado

em

Primeiro single do duo Festim, ‘Resgate’ foi lançado no último dia 29 de maio e já atingiu mais de 1 mil reproduções em menos de uma semana nas plataformas digitais. EP está previsto para sair em agosto deste ano.

Festim lança a música “Resgate” em EP de lançamento. Foto: Fernando Ocazione

Hellen Monteiro

A dupla Festim, formada pelo acreano Dito Bruzugu e pelo carioca André Moreno, ambos cantores e compositores, lançou no último dia 29 de maio seu primeiro single: “Resgate”, em todas as plataformas de música. Com produção musical de Luã Yvys, a canção romântica é o primeiro lançamento do projeto “Bipolar”, EP autoral que sai em agosto deste ano e que contará ainda com duas participações para lá de especiais: Elba Ramalho e Ney Matogrosso.

Com sete faixas, as mais aguardadas são as músicas “Enxote”, com a paraibana Elba Ramalho, e “Não Te Quero Mais!”, parceria com Ney Matogrosso. A faixa já lançada no fim do mês passado abre o projeto que nasceu de um encontro do acaso, entre os músicos o produtor.

A primeira música, “Resgate”, é uma canção romântica, sensível e que sintetiza esse emaranhado de influências e a conexão dos dois artistas, já atingiu mais de 1 mil streamings em menos de uma semana. 

Festim

André Moreno é violonista e compositor desde a adolescência. Dito Bruzugu é cantor, músico, compositor, produtor cultural e jornalista. Os dois formaram o duo Festim, em 2019, após se conhecerem através de amigos em comum. Casas cariocas de São Paulo já receberam apresentações dos artistas.

Eles produzem um som repleto de brasilidades, com a promessa de encantar o público com a união da sonoridade do Norte e do Sudeste do país. As canções da dupla encantaram o músico, cantor e compositor Luã Yvys, que adotou o projeto Festim, e que assina a produção musical não apenas desta faixa já lançada, mas de todas que virão nos próximos meses.

Dito explica que o Festim iria gravar um disco com outras pessoas, e quando estava em processo de negociação, os dois conheceram Yvys em um Sarau, no Rio de Janeiro. Acabou que o projeto que eles tinham em mente não deu certo, e Yvys, que é filho da Elba Ramalho, os viu tocar e entrou no projeto.

“A gente tocou, o Luã viu a gente tocar, e depois a gente fez amizade com ele, sem saber quem ele era. Depois que a gente se apresentou, no dia seguinte e ele me convidou pra ir conhecer o estúdio lá da Elba. Imagina, eu tava no Rio num dia normal, num sarau, no dia seguinte eu tava na casa da Elba, conhecendo ela e o estúdio. Não rolou com a outra galera de gravar, e aí a gente conversou com o Luã que topou produzir, topou estar junto com a gente, ofereceu uma parceria muito legal pra gente, porque ele gostou muito do nosso trabalho e acabou rolando com ele, e foi muito bom, foi muito incrível” comemora Bruzugu.

As influências musicais do Festim são variadas e incluem nomes da música nordestina, como Elba, Zé Ramalho, Alceu, Geraldo Azevedo e Chico César; artistas consagrados da MPB, como Chico Buarque; destaques da cena mineira como Milton Nascimento e Lô Borges; o tropicalismo de Gil, Caetano, Bethânia e companhia; além do brit pop, desde Beatles a Oasis.

Moreno fala que essa primeira música lançada se torna ainda mais especial, já que é a primeira composta pelo duo. “Quando eu conheci o Dito, foi uma conexão imediata. Eu pedi o telefone dele para um amigo e descobri que ele também tinha pedido meu telefone. Essa música é muito simbólica. É a primeira canção que fizemos juntos, nossa primeira experiência. Foi quando tivemos a certeza de que iríamos embarcar nessa aventura”, afirma.

Nova música já foi ouvida mais de 1mil vezes em plataforma de streaming. Foto: Fernando Ocazione

Parcerias

Bruzugu conta que o EP completo foi gravado na casa da Elba Ramalho, no estúdio dela. Ao verem que a música “Enxote” combinaria muito com a cantora, decidiram fazer o convite de participação. “A gente sempre encontrava com ela, e quando a gente tava gravando essa música, a gente achou a cara dela, a onda dela, e aí a gente sugeriu dela participar. O Luan fez o convite a ela como produtor musical, e ela ouviu a música, gostou e topou participar. Isso foi muito legal, foi massa, a gente ficou muito feliz com a participação dela, uma lenda da música brasileira”, celebra.

Outra colaboração do EP que poderá ser conferido por completo em agosto, é a música “Não te quero mais!” com o Ney Matogrosso, que segundo Bruzugu, topou na hora, gravar com a dupla iniciante. “O nosso empresário já tinha feito alguns trabalhos com ele e a gente também tem uma música que a gente achava que era a cara dele e a gente queria fazer o convite a ele. O convite foi feito através do nosso empresário e ele topou aceitou de primeira assim, adorou, adorou a música também”, afirma o músico.

Os cantores e compositores se dizem muito felizes com o projeto e asseguram que as expectativas são grandes para os lançamentos que ainda virão. “É uma loucura, a gente está muito feliz com isso, a gente está realmente sem acreditar. Nosso disco de estreia temos duas participações tão lendárias da música brasileira, cantores que são referência para a gente, que a gente cresceu ouvindo, que a gente adora, que a gente é muito fã, e está sendo uma experiência muito legal”, comenta Bruzugu.

Dito também faz parte da banda acreana “Os descordantes”, que lançou em 2014 seu disco “Espera a Chuva Passar” na internet, com 11 músicas autorais. Em 2017, a banda lançou seu segundo CD e continua ativa, porém para shows mais esporádicos.

 

 

 

Comentários

Continue lendo

Geral

Primeira edição da Tech Jovem Digital Rio Branco – Amazônia 2024 supera expectativa de público

Publicado

em

A primeira edição da maior feira de tecnologia digital voltada para jovens e adultos empreendedores e também amantes do mundo tecnológico do Brasil, realizada nos dias 13 e 14 de junho, na capital acreana, Rio Branco foi um verdadeiro sucesso.

O número de visitantes superou as expectativas dos organizadores que esperavam um público entre 4 e 5 mil. Nos dois dias de evento exatas 5.226 pessoas visitaram os mais de 220 estandes instalados na feira e participaram de palestras e oficinas realizadas no local.

Desse número, o maior público foi de estudantes da rede municipal de ensino, com 2.792 visitantes: Alunos da rede estadual foram 1.040 e público em geral ficou em 1.394 visitantes. Na sexta-feira (14), segundo dia de evento, foi onde teve o maior público com 1.460, 610 e 712 visitantes, respectivamente.

Para a realização do evento em Rio Branco, a prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento, Turismo, Tecnologia e Inovação (SDTI) contou com a participação direta de 385 servidores, entre efetivos, estagiários e equipe técnica, além de 69 palestrantes, apresentadores de oficinas e atividades lúdicas e culturais.

Comentários

Continue lendo

Geral

Câmara aprova isenção do pagamento de crédito para agricultores gaúchos

Publicado

em

Por

A Câmara dos Deputados aprovou, nesta o Projeto de Lei 1536/2024, dos integrantes da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), os deputados federais Zucco e Rodolfo Nogueira.

A proposta desobriga o pagamento das parcelas de financiamentos de custeio agropecuário subsidiados pela União, contratados no Rio Grande do Sul e com vencimento até 31 de dezembro de 2024.

Além disso, suspende por dois anos, a contar da entrada em vigor da nova norma legal, o pagamento das parcelas dos financiamentos de comercialização e de investimento rural.

De acordo com Zucco, as medidas de apoio são essenciais, especialmente em um momento delicado para o Rio Grande do Sul e para o Brasil. Para o parlamentar, a solidariedade é um ponto a se destacar do povo brasileiro e do setor agropecuário, que tem se unido para mitigar os impactos socioeconômicos sobre os mais vulneráveis.

“Os produtores rurais carregam o nosso país e fazem com que o setor agropecuário seja o principal motor econômico e social da nação. A medida permitirá que os produtores sigam na atividade agropecuária, viabilizando equilíbrio econômico e de produção em âmbito nacional para oferta de produtos e abastecimento do mercado interno”, ressaltou.

Zucco reforça que o povo gaúcho tem pressa e que os produtores precisam das condições necessárias para recuperar suas vidas. “Eles precisam continuar a fazer o que mais sabem, alimentar o Brasil, o mundo e gerar emprego e renda”, afirmou.

O deputado federal Rodolfo Nogueira lembra que as lavouras foram condenadas a prejuízos irrecuperáveis, sendo que em várias localidades as águas avançaram sobre a produção armazenada, carregando máquinas e equipamentos.

“Diante de toda a calamidade, faz-se necessária a ação tempestiva do Poder Público, de forma a mitigar danos e viabilizar a retomada da atividade produtiva. Nas cidades e no campo, vidas se perderam, o sofrimento da população é enorme, mas existe um recomeço. Essa aprovação é um exemplo”, finalizou Nogueira.

A matéria agora segue para apreciação do Senado Federal.

Fonte: Pensar Agro

Comentários

Continue lendo

Geral

“Playboy” é condenado por executar ex-presidiário no Conjunto Cidade do Povo

Publicado

em

O detento Altevir de Araújo da Silva, conhecido pela alcunha de “Playboy”, foi condenado a quase 70 anos de prisão por uma série de crimes.

Entre eles, a execução do presidiário Michel Francisco de Oliveira, conhecido como “DU’.

Michel Francisco de Oliveira, conhecido como “DU’ foi executado a tiros.

A decisão foi do Conselho de Sentença da 1ª Vara do Tribunal do Júri, durante sessão realizada nesta quinta-feira, 20, no Fórum Criminal

Pelos crimes de homicídio, dupla tentativa de assassinato, corrupção de menores, roubo e constrangimento ilegal mediante ameaça, “Playboy”, terá que cumprir 68 anos e 9 meses de prisão.

Consta na denúncia do Ministério Público do Acre, que os crimes ocorreram por volta das 13 horas, do dia sete de abril do ano passado, no Conjunto Habitacional Cidade do Povo.

Altevir de Araújo, um comparsa não identificado e um adolescente, invadiram a casa de número 37, na quadra 10 “D’.

Durante a ação executaram Michel Francisco e, balearam Gergleison da Silva França e Cleildson Quirino Lima. O trio ainda roubou o celular de uma pessoa que estava no imóvel e a manteve na mira de uma arma.

Na mesma decisão que condenou “Playboy”, o juiz Flávio Mariano Gundim, negou ao réu o direito de recorrer da sentença em liberdade.

Comentários

Continue lendo