fbpx
Conecte-se conosco

Acre

Acre participa de seminário com foco no monitoramento de incêndios florestais por satélite

Publicado

em

Com foco em aprimorar o monitoramento dos eventos climáticos e demais produtos mapeados pelo Centro Integrado de Geoprocessamento e Monitoramento Ambiental (Cigma), o governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema), participou do Seminário Internacional sobre Monitorização de Incêndios Florestais por Satélite. A capacitação ocorreu de 1° a 4 de julho, na Universidade Católica Boliviana de Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia.

Coordenador do Cigma, Cláudio Cavalcante, participou do seminário e apresentou painel durante o evento. Foto: Divulgação.

O principal objetivo do programa é enfrentar os desafios ambientais e florestais na Bacia Amazônica, promovendo a cooperação regional e a adoção de práticas sustentáveis nos países amazônicos – Bolívia, Brasil, Colômbia, Equador, Guiana, Peru, Suriname e Venezuela.

A secretária do Meio Ambiente, Julie Messias, falou sobre a importância da participação da Sema no seminário, como forma de implementar estratégias eficazes de gestão na mitigação dos impactos ambientais que os eventos extremos podem trazer, não apenas para o Acre, mas para todos os demais países que compõem a Floresta Amazônica.

“A tecnologia no monitoramento ambiental está em constante evolução, e procuramos, aqui no Acre, nos qualificar. Então, são oportunidades para nos atualizarmos com as mais recentes ferramentas tecnológicas e inovações. É importante também termos pessoal qualificado para que essas ferramentas sejam utilizadas com eficiência e precisão no monitoramento ambiental”, disse.

Durante os quatro dias do encontro foi realizada a capacitação em ferramentas de monitoramento. Foto: Divulgação.

Durante os quatro dias do encontro foi realizada a capacitação em ferramentas de monitoramento baseadas em programação utilizando o Google Earth Engine, discutindo metodologias e trocas de experiências entre os diversos países que participaram do evento.

O Acre apresentou sua governança e ações desenvolvidas pelo Cigma, unidade da Sema. Presente no evento, o coordenador do Cigma, Cláudio Cavalcante, falou da importância da troca de experiências no sentido do aprimoramento das ferramentas utilizadas pelo governo do Acre para subsidiar as tomadas de decisões frente aos eventos extremos.

“Foi importante observar as ferramentas e arranjos institucionais que cada analista apresentou e compartilhou nos treinamentos e discussões durante o evento. No mês passado recebemos representantes do Programa Amazonía+ e eles observaram diversas ações que a Sema tem realizado, na restauração florestal, monitoramento ambiental e projetos, que, de forma integrada, buscam apresentar novas alternativas para o produtor rural”, falou.

O seminário foi realizado pelo Ministério do Meio Ambiente e Águas da Bolívia, em coordenação com o Programa Amazonía+, que é financiado pela União Europeia, no âmbito da iniciativa regional amazônica denominada Bacia Amazônica, e executado pela Agência Italiana de Cooperação para o Desenvolvimento (AICS), The International e Ibero – A Fundação Americana para a Administração e Políticas Públicas (FIIAPP), a Expertise France (EF) e o Centro Comum de Investigação (JRC), da União Europeia.

Fonte: Governo AC

Comentários

Continue lendo

Acre

Bolívia bate recorde na produção de carne bovina com mais de 240 toneladas

Publicado

em

A região de Santa Cruz se posiciona como o principal centro produtor de carne bovina da Bolívia, concentrando 66,8% da produção nacional. As próximas em importância são as regiões de La Paz e Cochabamba

Durante o ano de 2023, foram abatidas 1.159.211 cabeças de gado na Bolivia. Foto: Los Tiempos

 

Em 2023, a Bolívia alcançou um feito notável na indústria de carne bovina, conforme revelado pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). O país registrou uma produção total de 244.019 toneladas de carne bovina, marcando um aumento substancial em comparação aos anos anteriores. Além disso, foram exportadas 28.178 toneladas desse produto, destacando o potencial crescente da Bolívia como exportador no mercado global de carne.

Santa Cruz se destacou como líder na produção nacional, contribuindo com impressionantes 66,8% do total. Este aumento na produção e nas exportações reflete não apenas um crescimento na atividade pecuária, mas também uma eficácia na gestão e na infraestrutura relacionada ao abate de bovinos. Ao todo, foram abatidas 1.159.211 cabeças de gado, consolidando a posição da Bolívia como um player significativo na indústria de carne bovina na região.

A região de Santa Cruz consolidou sua posição como o principal centro produtor de carne bovina na Bolívia, contribuindo com impressionantes 66,8% da produção nacional. Seguindo em importância estão as regiões de La Paz e Cochabamba. Essas informações são baseadas nos dados fornecidos por frigoríficos que operam de acordo com as rigorosas normas sanitárias estabelecidas pela Senasag, abrangendo 82% do total abatido em todo o país.

Este panorama destaca não apenas a liderança de Santa Cruz na produção de carne bovina, mas também a adesão generalizada aos padrões de qualidade e segurança alimentar exigidos pela Senasag. Essa conformidade é crucial para assegurar não só a qualidade do produto final, mas também para manter a confiança dos mercados internos e externos na carne bovina boliviana.

Bolívia exporta carne bovina e derivados para os mercados da China, Rússia, Peru, Equador. Foto: ABI

Distribuição regional do abate de bovinos

Quanto à distribuição regional do abate de bovinos, Santa Cruz lidera com 66,8% do total nacional de cabeças abatidas, seguida por La Paz com 137.221 e Cochabamba com 134.099. Esses números refletem uma concentração significativa na produção de carne bovina na Bolívia, sendo Santa Cruz a região com maior destaque nesse aspecto.

Aumento no abate de bovinos

O relatório do INE revela ainda que durante 2023 foram abatidas um total de 1.159.211 cabeças de gado bovino, superando os registos anteriores de anos anteriores. Esse aumento no abate contribuiu para o aumento da produção total de carne bovina no país.

Relevância dos dados recolhidos pelo INE

Além disso, destaca-se que a cobertura desta operação estatística representa 82% do total abatido a nível nacional, o que mostra a relevância e representatividade dos dados recolhidos pelo INE em relação à produção pecuária boliviana.

Comentários

Continue lendo

Acre

Olheiros do tráfico são capturados após cadela do Bope encontrar 17 kg de skunk em área de mata

Publicado

em

Na delegacia, a ficha criminal de Andrei foi verificada e mais ocorrências por roubo apareceram

As margens do Rio Acre, foi encontrado um saco de fibra com cerca de 17 kg de skunk. Andrei e o adolescente de 17, fazendo a “vigilância” das drogas. Foto: assessoria

O foragido Andrei Barbosa, 40 anos, foi preso e um adolescente de 17 anos foi apreendido, ambos acusados de serem olheiros do tráfico de drogas, na tarde desta terça-feira (6), na Rua Epaminondas Jácome, no bairro Cadeia Velha, em Rio Branco.

Segundo informações da polícia, um levantamento feito pelo Serviço de Inteligência do Bope apontou que uma área de mata no bairro Cadeia Velha estava sendo usada para guardar uma grande quantidade de entorpecentes. Com a denúncia, guarnições do Grupamento de Intervenção Rápida Ostensiva (GIRO), Choque e CPcães começaram a fazer uma varredura no local.

Com a ajuda da cadela K9 Maia, próximo às margens do Rio Acre, foi encontrado um saco de fibra com cerca de 17 kg de skunk. Andrei e o adolescente de 17 anos foram encontrados nas proximidades da área de mata, fazendo a “vigilância” das drogas.

Diante dos fatos, o homem recebeu voz de prisão, e o adolescente, de apreensão, e foram conduzidos para a Delegacia de Flagrantes (Defla), com a droga apreendida, para serem tomadas as medidas cabíveis.

Na delegacia, a ficha criminal de Andrei foi verificada e mais ocorrências por roubo apareceram, além de pelo menos dois mandados de prisão que foram encontrados no sistema da Justiça do Acre contra o acusado.

Com a ajuda da cadela K9 Maia, próximo às margens do Rio Acre, foi encontrado um saco de fibra com cerca de 17 kg de skunk. Foto: assessoria

Comentários

Continue lendo

Acre

Polícia Civil do Acre promove ação de saúde integral na delegacia do Bujari

Publicado

em

O evento promovido pela PCAC ofereceu uma gama de serviços essenciais, incluindo atendimento psicoterápico para lidar com questões emocionais e psicológicas que possam afetar os profissionais em seu trabalho diário

Visando o bem-estar e o acolhimento dos profissionais que atuam na delegacia do Bujari, a Polícia Civil do Acre (PCAC), através do Núcleo Qualidade de Vida (Qualivida), realizou nesta terça-feira, 16, uma série de serviços voltados para o cuidado integral da saúde física e mental de cerca de 20 pessoas entre operadores de segurança e equipe de apoio

O evento promovido pela PCAC ofereceu uma gama de serviços essenciais, incluindo atendimento psicoterápico para lidar com questões emocionais e psicológicas que possam afetar os profissionais em seu trabalho diário. Além disso, uma série de vacinas foram disponibilizadas, abrangendo Influenza, Hepatite B, COVID-19, febre amarela e antitetânica, ofertadas pela Secretaria Municipal de Saúde de Bujari.

O coordenador do núcleo, Valcleir Carvalho, enfatizou a importância do programa ir até onde os policiais estão, não importando a distância. “É de suma importância levar estes atendimentos até os municípios do interior, garantindo assim que nossos profissionais tenham acesso ao cuidado de que precisam, onde quer que estejam. Essa iniciativa, que visa priorizar a saúde física, mental e pessoal dos nossos policiais civis, é uma demonstração do compromisso incansável do Delegado-Geral Henrique Maciel com o bem-estar de nossa instituição. Estamos comprometidos em continuar expandindo nosso alcance e proporcionando um apoio abrangente a todos os membros da Polícia Civil do Acre”, destacou Carvalho.

A ação reflete um esforço contínuo da PCAC em garantir que seus profissionais estejam bem cuidados, valorizados e preparados para desempenhar suas funções com a máxima eficácia e segurança. Ao levar serviços de saúde diretamente aos locais de trabalho, a PCAC reafirma seu compromisso com a saúde e o bem-estar de seus servidores, reconhecendo a importância de um suporte

Comentários

Continue lendo