Conecte-se conosco





Acre

Acre está entre os 14 estados com queda nos casos de síndrome respiratória aguda grave, diz Fiocruz

Publicado

em

Boletim de monitoramento semanal da Fiocruz foi divulgado nessa quinta-feira (30). Dados são de 19 a 25 de setembro.

 

Casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) estão em queda no Acr — Foto: Diego Gurgel/Secom

Casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) estão em queda no Acr — Foto: Diego Gurgel/Secom

O Acre está entre os estados com queda nos casos de síndrome respiratória aguda grave (Srag) conforme o boletim de monitoramento semanal da Fiocruz. Os dados foram divulgados nessa quinta-feira (30) e correspondem à semana epidemiológica 38, de 19 a 25 de setembro.

O estudo mostra que o estado acreano teve uma queda nos registros de Srag a longo prazo. Em dados gerais, o boletim apontou sinal de estabilidade no país com o baixo patamar desde o início da epidemia.

Segundo a fundação, cerca de 96% dos casos de Srag com resultado laboratorial de vírus respiratório correspondem a infecções pelo novo coronavírus.

Entre os estados com queda nos casos estão:

  • Acre;
  • Amapá;
  • Ceará;
  • Maranhão;
  • Mato Grosso do Sul;
  • Paraíba;
  • Pernambuco;
  • Piauí;
  • Paraná;
  • Rio Grande do Sul;
  • Rio de Janeiro;
  • Roraima;
  • São Paulo;
  • Tocantins.

 

Outros cinco estados registraram sinal de crescimento na tendência de longo prazo. São eles: Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Pará e Rondônia.

Já Amazonas, Goiás, Mato Grosso do Sul e Rio de Janeiro aparecem na lista das federações com sinal de crescimento nos registros na tendência de curto prazo.

Assim como o estado, a capital acreana também segue com queda nos casos de síndrome respiratória aguda grave (Srag). Rio Branco é uma das 11 capitais com queda na tendência de longo prazo.

Casos de Covid no Acre

 

O boletim da Secretaria de Saúde do Estado (Sesacre) trouxe um novo caso de Covid-19 em todo o estado nesta quinta-feira (30). O número de infectados chegou a 87.924. Uma morte pela doença foi registrada, assim, o número de óbitos agora é de 1.838.

Há 14 pacientes internados nos hospitais de referência, dos quais 12 com teste positivo para a Covid. O estado tem 38 exames de RT-PCR à espera de análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) ou do Centro de Infectologia Charles Mérieux. O número de altas médicas permanece em 85.903.

O Acre está em contaminação comunitária desde o dia 9 de abril, com uma taxa de incidência de e 9.829 casos para cada 100 mil habitantes. A taxa de mortalidade em cada 100 mil habitantes é de 205 já a de letalidade – quantidade de mortos dentro dos números confirmados da doença – é de 2%.

Dos 70 leitos disponíveis na rede SUS em todo o Acre, três estão ocupados. Com isso, a taxa de ocupação dos leitos se manteve em 4% nesta terça. São 50 leitos em Rio Branco e 20 em Cruzeiro do Sul.

Comentários

Em alta