O Acre foi o único estado da federação a cumprir 100% do censo escolar dentro do prazo estabelecido pelo Ministério da Educação (MEC). Os números da Educação foram entregues no último dia 31 de outubro, o que garantiu o acesso de recursos para o próximo ano.

O trabalho de levantamento dos dados foi feito pela equipe da Divisão de Gestão e Monitoramento de Dados Escolares da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes (SEE). “Foi um trabalho de toda a equipe e, com isso, conseguimos garantir mais R$ 200 milhões para serem investidos no próximo ano”, destacou Jelsoni Calixto, membro da Divisão.

Em 2020, Acre foi o único Estado a entregar Censo Escolar dentro do prazo Foto: Mardilson Gomes/Arquivo SEE

Em 2019, o Acre também foi o primeiro a entregar todos os dados, mas este ano, devido às dificuldades ocasionadas pela pandemia, a dimensão dos números se tornou ainda maior. De acordo com Jelsoni, houve uma redução no número de matrículas na Educação de Jovens e Adultos. “Mas em compensação, houve um acréscimo no número de matrículas no ensino regular”, frisou.

Com isso, a rede estadual de ensino permaneceu, em 2020, com aproximadamente 157 mil alunos, matriculados nas 615 escolas. “Durante a coleta faltaram alguns dados, mas na retificação que realizamos, tudo dentro do prazo, colocamos os alunos que estavam faltando e, assim, utilizamos em torno de R$ 200 milhões que deixariam de ser investidos caso não fizéssemos esse trabalho”, explicou.

Além desses recursos, o fato do Acre ser o único a entregar a coleta dos dados do Censo dentro do prazo dentro do prazo, faz com que os recursos do Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) fiquem novamente garantidos para o ano que vem. “Isso porque os dados coletados causam efeito direto na aplicação do Fundeb”, ressaltou.

Em relação ao ano passado, embora o número de matrículas dos anos finais tenha diminuído, houve um acréscimo nos anos iniciais do ensino fundamental, do ensino médio e também um aumento no número de alunos da educação especial. Ao todo, o Acre tem 615 escolas da rede estadual, sendo 145 indígenas, 290 rurais e 180 escolas urbanas.

Comentários