Conecte-se conosco

Acre

Acre é o primeiro estado a concluir os dados do Censo Escolar pela sexta vez consecutiva

Publicado

em

Pela sexta vez consecutiva, o Acre é o primeiro e único estado a concluir, até o presente momento, o preenchimento dos dados referentes ao Censo Escolar. A informação foi repassada por Jelsoni Calixto, que é o coordenador do setor na Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esportes (SEE).

Em todo o estado existem 1.530 escolas, das quais 616 são da rede estadual de ensino. Outras 864 pertencem às vinte e duas redes municipais. Existem sete escolas federais no Acre, além de 43 instituições de ensino privado. São mais de 256 mil alunos, dos quais 144.427 pertencem à rede estadual.

De acordo com Jelsoni Calixto, o Censo Escolar possui duas fases: a coleta, concluída agora, e também a etapa situacional do aluno. “Na coleta são informados os dados dos alunos, professores, escolas, enfim, dados referentes a todas as escolas do Brasil”, informa.

Pela sexta vez consecutiva o Acre é o prmeiro Estado a entregar os dados do Censo Escolar. Foto: Mardilson Gomes/Arquivo SEE

Numa alusão à Copa do Mundo, que será realizada neste mês de novembro, no Qatar, diz que o Brasil está tentando ser hexa, mas que o censo escolar do Acre já conseguiu essa façanha. Os dados, segundo ele, já foram informados na plataforma Educacenso, ligada ao Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), vinculado ao Ministério da Educação (MEC).

“Esses dados são usados para fins estatísticos, mas principalmente para o repasse de todos os recursos da Educação, inclusive do Fundo Nacional de Educação Básica (Fundeb), que serve para pagar os salários dos servidores da educação do Estado”, afirma Jelsoni.

Ele lembra que assim como aconteceu em todos os estados do Brasil, o Acre também sofreu uma perda no número de alunos, mas foi uma perda proporcionalmente menor do que a média nacional. O Acre teve perda de 0,6% enquanto em nível nacional esses números ultrapassaram 1%.

“Assim como no restante do Brasil tivemos uma diminuição, mas foi uma perda menor, algo natural pelo período pós-pandêmico, mas esses dados a gente vai conseguir reverter. A busca ativa vai dar um jeito, vai fazer o seu trabalho, e vamos conseguir resgatar esses alunos para o próximo ano”, disse.

Comentários

Acre

Corpo de homem é localizado com marcas de tiros em Senador Guiomard

Publicado

em

O corpo de um homem de aproximadamente 36 anos foi encontrado possivelmente com marcas de tiros em um matagal, na noite desta terça-feira, 29, na Travessa Piracema, bairro Democracia, conhecido como “Mutirão”, localizado no município de Senador Guiomard, no inteiro do Acre.

Segundo apurado, a vítima foi identificada por Francisco Martins do Nascimento e foi encontrada por populares , que acionaram a policia. A vítima possuía sinais de perfurações no corpo, possivelmente feitas por arma de fogo.

Testemunhas informaram que o homem é morador do Loteamento Pirandirã e teria saído de casa conduzindo uma motocicleta Titan de cor vermelha, para ir até o bairro Democracia comprar entorpecentes. Horas depois, por volta das 20h, a vítima já foi encontrada por moradores da região jogado às margens da estrada, em uma área de mata.

A Polícia Militar e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionados para atender a ocorrência e quando chegaram no local, só constataram a morte de Francisco. Segundo as autoridades, o corpo já apresentava bastante rigidez, configurando que o homem estava morto cerca de 2 horas, antes de ser encontrado por populares.

A motocicleta do rapaz não foi encontrada no local. O que leva a suspeitar que o Francisco possa ter sido vítima de assalto, vindo a reagir, e por isso foi morto. Moradores informaram que a vítima teria corrido cerca de 100 metros para pedir ajuda, mas perdeu as forças e caiu, morrendo no local, antes da chegada do socorro.

O caso ficará a cargo da Delegacia do Município de Senador Guiomard/AC.

Comentários

Continue lendo

Acre

Prefeitura de Rio Branco realiza a 12ª Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente

Publicado

em

Objetivo é promover diálogos e palestras voltados para garantia dos direitos das crianças e adolescentes (Foto: Rodrigo Cavalcante/Assecom)

O prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, acompanhado da vice-prefeita, Marfisa Galvão, participou na manhã desta terça-feira (29) da abertura da 12ª Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, no Teatro da Universidade Federal do Acre (Ufac).

A conferência, que ocorre nos dias 29 e 30 de novembro, tem como objetivo promover diálogos e palestras voltadas para a garantia dos direitos que resguardam as crianças e adolescentes.

Sarah: “Ações vão ser trabalhadas para a melhoria de atividades de assistência, saúde e educação de todas as áreas” (Foto: Rodrigo Cavalcante/Assecom)

A temática deste ano escolhida pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) foi a “Situação dos Direitos Humanos de crianças e adolescentes em tempos de pandemia de Covid-19: Violação e vulnerabilidades, ações necessárias para reparação e garantia de políticas de Proteção Integral, com respeito à diversidade”.

Juliana: “A conferência é muito importante para que possamos sentir o que foi feito, os avanços necessários, onde podemos reparar” (Foto: Rodrigo Cavalcante/Assecom)

De acordo com a presidente do CMDCA, Sarah Farhat, esse é o primeiro encontro após a pandemia de Covid-19, onde município, Ministério Público e demais órgãos se unem para apresentar e debater soluções, a fim de restituir os direitos das crianças e adolescentes no pós-pandemia.

“Essa conferência vai ser um marco onde ações vão ser trabalhadas para a melhoria de atividades de assistência, saúde e educação de todas as áreas. Contamos aqui com a participação de mais de 400 pessoas e com a ilustre presença do nosso prefeito e de secretarias”, enfatizou.

A defensora pública de Direitos Humanos, Juliana Caobianco, enfatizou a importância desse encontro para buscar soluções aos problemas já existentes, que em decorrência da pandemia se agravaram, como a insegurança alimentar e a saúde mental.

“A conferência é muito importante para que possamos sentir o que foi feito, os avanços necessários, onde podemos reparar e todas essas mazelas que a pandemia deixou e ainda deixam em nossas crianças. É urgente que discutam e apresentem propostas”, explicou.

Comentários

Continue lendo

Acre

MPAC divulga novas datas do 13° Prêmio de Jornalismo

Publicado

em

A 13ª edição do Prêmio de Jornalismo do Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) teve datas atualizadas e a cerimônia de premiação, que estava prevista para o final do ano, será realizada no dia 31 de janeiro de 2023.

Com a nova data, as inscrições foram prorrogadas e os participantes têm até o dia 20 de janeiro para submeterem seus trabalhos. O regulamento e o formulário de inscrição estão disponíveis no site premiodejornalismo.mpac.mp.br.

Nesta edição, que tem como tema “Cidadania transformada em notícia”, foi dobrado o valor do prêmio em todas as categorias do concurso.

Na categoria “Jornalismo de TV”, o valor do prêmio dobrou para R$ 10 mil reais, seguido de R$ 7 mil para a categoria “Jornalismo escrito”; R$ 7 mil para a categoria “Jornalismo falado”; R$ 2 mil para “Jornalismo acadêmico”; e R$ 4 mil para a categoria especial de “Fotojornalismo”, uma novidade da 13ª edição.

O Prêmio de Jornalismo do MPAC visa a valorização da comunicação ética, séria e preocupada com os interesses da sociedade acreana. Esta edição conta como o apoio da Associação do Ministério Público do Acre (Ampac), LabNorte, Acreaves, Liderança, Fecomercio, Arasuper, Biau Som, Via Verde Shopping, Federação das Indústrias do Acre (Fieac), Energisa e Assembleia Legislativa do Acre (Aleac).

Comentários

Continue lendo

Em alta