terça-feira, janeiro 26, 2021
Início Flash À beira da falência, empresários da construção civil “cobram” Thiago Caetano

À beira da falência, empresários da construção civil “cobram” Thiago Caetano

À beira da falência, dezenas de empresários locais se reuniram na tarde desta quinta-feira, 01, no auditório do Galpão Institucional do governo do Acre na Expoacre, para perguntar ao secretário de Infraestrutura do Estado, Thiago Caetano, sobre o cronograma do governo para o aquecimento da economia local a partir da contratação de empresas do setor da construção civil.

Os empresários estão preocupados. Até o momento, em pleno verão, a maioria das promessas feitas em março, durante o lançamento de um pacote de obras no valor de
R$ 840 milhões, não foi cumprida.

O presidente da Fieac, José Adriano, disse compreender que o governo está no início e precisa de tempo para se organizar, porém, ao mesmo tempo, revelou preocupação.

“A expectativa é importante, mas precisam ser concretizadas. A gente entende que é um governo de acomodação, de organização, mas entende que há necessidades”, lembrou o presidente da Federação das Indústrias do Acre.

Thiago Caetano culpou a burocracia pela demora nas licitações e recordou que a atual gestão assumiu o setor de Infraestrutura do Estado sem qualquer condição de serviços. O secretário lembrou ainda que a primeira meta foi organizar uma proposta com o objetivo de executar ações de retomada das dezenas de obras inacabadas deixadas pelo governo passado.

Ao apresentar em um painel o que ele chama de Programa Governamental da Cadeia de Investimentos da Construção Civil, Caetano afirmou que há uma programação para que nos próximos dois meses sejam lançados, de imediato, pelo menos 100 processos licitatórios para reforma de 50 escolas, o que resultará em um investimento de pelo menos R$ 15 milhões. Esse é o primeiro “fôlego” para o setor da construção civil local.

“A ideia é que tenhamos pequenas licitações e com grande volume de empresas e serviços e contratos. Retomar as obras paralisadas e concluir aquelas que estão em andamento”, disse Caetano.

 

Obras de grande impacto

O Secretário de Infraestrutura do Estado, Thiago Caetano, falou ainda de algumas das grandes obras que estão na programação do governo para 2020 como a construção de pontes e viadutos.

Ele reforçou que até o fim do ano serão entregues no setor da Saúde do Estado, as UPA’s de Cruzeiro do Sul e Brasileia, o Into e a verticalização do Pronto Socorro, obra que será entregue no dia 06 de agosto.

Também há a expectativa para a construção da ponte e o contorno de Brasileia, obras que serão executadas por meio de uma parceria entre o governo do Acre e o Dnit.

Existe, ainda, dentro do pacote de obras, a garantia da construção de mil unidades habitacionais na Cidade do Povo e outras 900 no Calafate. “A gente guarda a liberação da Caixa”, completou Caetano.

Comentários