Ele foi morto no último sábado (15), na zona rural do município de Santa Rosa do Purus, no interior do Acre, na casa dele. Moura é sobrinho do prefeito de Marechal Thaumaturgo, Altanízio Sá, que confirmou a informação a reportagem, mas disse que não ia se manifestar sobre o caso. Apenas afirmou que mandado judicial deve ser cumprido.

A ação que resultou na morte do ex-presidiário ocorreu quando as polícias Militar, Civil e Federal e também o Exército cumpriam um mandado de prisão. A Polícia Militar informou que os policiais fizeram um cerco na casa onde ele estava e ordenaram que saísse com as mãos na cabeça.

Moura demorou a abrir a porta e, quando abriu, já efetuou três disparos contra os policiais que reagiram em legítima defesa e acertaram um tiro na região do tórax. Com o disparo, ele foi contido pela polícia.

A PM informou que uma equipe médica do hospital ainda foi acionada, mas o homem não resistiu e morreu.

Comentários